Prefeitura encaminha ações para diminuir os impactos da pandemia

Compartilhe
  • 90
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    90
    Shares

A Prefeitura de Alegrete, por meio das secretarias municipais, tem realizado diversas ações de enfrentamento e combate ao coronavírus. Todas essas ações têm por objetivo diminuir o impacto da pandemia no município. A partir desta quarta-feira, 8 de julho, todas as secretarias estarão divulgando as ações realizadas desde o início da pandemia, iniciando pela Secretaria de Educação.

 

A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer tem fortalecido o diálogo com os órgãos que dão suporte à educação no município (Conselho Municipal de Educação, Conselho Municipal de Alimentação Escolar, e Promotoria da Infância e Juventude) no sentido de melhor atender aos alunos e aos profissionais do grupo de risco.

 

No tocante às famílias, a SECEL vem desenvolvendo pesquisa empírica por amostragem, a fim de auscultar suas opiniões sobre a possível volta às aulas. A primeira pesquisa ocorreu em junho, envolvendo 25% dos pais, num total de 1476 famílias, das quais 92% disseram que não gostariam de voltar antes do segundo semestre. A segunda pesquisa está prevista para este mês de julho, com uma amostragem de no mínimo 72% dos pais responsáveis dos 5.629 alunos matriculados.

 

Kits Alimentação

 

A distribuição de Kits de Alimentação Escolar teve início em maio último, em atendimento à Resolução Nº 2 de 9 de abril de 2020 do Governo Federal e as orientações para execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE, diante da situação de emergência decorrente da pandemia do Corona vírus.

 

Segundo informações da Secretaria de Educação, já foram distribuídos 3.225 kits para alunos de famílias em situação de vulnerabilidade social ou que possuem bolsa família.

 

A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer tem realizado reuniões quinzenais com as equipes diretivas para ouvir e apresentar propostas para atender seus alunos.

 

Medidas de Segurança e Proteção

 

A Secretaria elaborou o planejamento estratégico com metas e ações a serem realizadas nos espaços educativos com vistas ao atendimento das medidas de segurança em saúde na educação. Concomitantemente, realizou levantamento por escolas sobre as necessidades e adequações físicas necessárias para receber seus alunos e profissionais. Ao mesmo tempo, já providenciou o encaminhamento de compras de produtos como termômetros infravermelhos (processo licitatório em andamento); material descartável – máscaras e luvas; equipamentos de proteção individual (lava jato, pulverizadores, torneiras com alavancas, luvas de segurança, protetor auricular, botas, respirador semifacial), encaminhados para dispensa em 24 de junho último; macacão e óculos de proteção, quadros brancos e tapetes sanitizados.

 

Ações Pedagógicas

 

Por ocasião da entrega do material pedagógico às escolas, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer realizou uma pesquisa sobre a existência de computador ou celulares com acesso à Internet junto às famílias dos alunos e ficou constatado que, até o momento, 2.288 responderam ao questionamento. Ficou expresso que os pais externam o desejo de receberem de forma física as atividades pedagógicas.

 

Um programa de formação continuada foi elaborado e está em execução nesse período pandêmico, abrangendo temas variados, sendo realizado por meio das plataformas Google Meet e Zoom ao todo, já ocorreram 72 encontros que contaram com mediadores da própria rede, de universidades, Instituto, APAE, profissionais da saúde e outros. Foram constituídos 17 grupos de whatsapp para dialogarem de maneira mais próxima com os profissionais das escolas.

 

Comitê Operativo de Emergência Municipal

 

Em decorrência da portaria 01/SES/SEDUC, foi constituído o Comitê Operativo de Emergência – COE Municipal, com a presença de representantes de 24 instituições públicas, particulares, União das Associações de Bairro de Alegrete (UABA), União das Associações de Moradores de Alegrete (UAMA), Liga Alegretense de Futebol – LAF, Conselho Tutelar, Cultura e secretarias municipais, com a proposta de cada COE elaborar decreto que normatize as ações das instituições do município.

 

A Secretaria de Educação já projetou um plano de compra de um pacote de serviços com tablets e acesso à Internet para professores e alunos, no valor de R$ 4 milhões.

No Centro Profissionalizante de Alegrete Nehyta Ramos estão sendo produzidas máscaras para as escolas, profissionais de outras secretarias e comunidade.

 

Na diretoria de Cultura, são realizadas lives sobre arte com estímulo às pessoas a ficarem em casa e a realizarem atividades artísticas, leitura, ou até mesmo ouvirem música de qualidade. Atualmente, está sendo trabalhada a Lei Aldir Blanc que trata de apoio financeiro para os profissionais e entidades com foco nos mais diferentes tipos de arte.

No Esporte e Lazer, acontecem, reuniões com os parceiros, com vistas ao cancelamento ou adiamento de eventos programados para este ano.

 

Educação tem 264 servidores no grupo de risco

 

O uso de máscaras e seguir corretamente os protocolos de saúde e distanciamento social são recomendações que a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Laser está intensificando tanto pela mídia local como pelos grupos de Whatsapp nas escolas.

Conforme levantamento realizado no mês de maio, o número de profissionais que pertencem ao grupo e risco chega a 264 servidores, entre professores, atendentes, merendeiras e serventes, profissionais de equipes diretivas e do serviço de apoio. Para este mês, ocorrerá nova atualização do grupo de risco.

DPCOM


Compartilhe
  • 90
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    90
    Shares