A última homenagem ao Capitão Schultz reuniu amigos civis e militares

Familiares, amigos e militares, acompanharam a cerimônia fúnebre com as últimas homenagens ao Capitão do Exército Brasileiro e professor, o alegretense Vitor Schultz.

Ele faleceu na noite do último sábado(11), na Santa Casa de Alegrete, em decorrência de problemas de saúde. Capitão Schultz como era conhecido estava com 73 anos, deixou três filhos e netos.

Conforme declaração dos filhos, o militar reformado era um grande homem, que deixou uma história honrosa a ser lembrada, sempre, por todos que tiveram o privilégio de conviver com ele.

Perícia e imagens revelam como foi o acidente que vitimou motociclista

“Um filho, irmão, amigo, militar, professor, esposo, pai, avô e sogro honroso, gentil e acolhedor.
Um homem de poucas e boas palavras. Honestidade e ética inabalável, resiliente e resistente na medida certa. De uma inteligência e paciência incomparáveis. Respeitoso e oportuno em todas as ocasiões”- falou um dos filhos.

Eles concluíram agradecendo a Deus pelos 73 anos de convivência com o Capitão Schultz . “Seu legado exemplar, segue agora ao lado do Criador e de todos que lá já se encontram. Pedimos luz no nosso caminho que se escurece hoje em meio a dor. Pedimos força, para conseguirmos passar esse momento e aprender a aceitar a ausência.”- concluem.

Comovente homenagem a Nono, Valdenir dos Santos, vítima de infarto fulminante

No cemitério, através do 10º BLog foi realizada a guarda fúnebre. Seis militares participaram da homenagem e ficaram em posição de sentido, na sequência, conduziram o caixão, enquanto outros dois representantes tocaram a corneta. Sobre o caixão, a Bandeira do Brasil.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários