Adeus, Luiz de Miranda

Autor uruguaianense de 77 anos estava internado no Hospital São Lucas da PUCRS.

Adeus, Luiz de Miranda

A Prefeitura Municipal de Alegrete e seus colaboradores, em profundo pesar, lamentam e se solidarizam com familiares e amigos do poeta Luiz de Miranda, de 77 anos, que morreu na última sexta-feira (29) em Porto Alegre. Ele estava internado no Hospital São Lucas da PUCRS desde 17 de julho.

Miranda é uma perda irreparável. Um poeta que levou a poesia do Rio Grande do Sul para além dos nossos limites, das nossas fronteiras. E sempre teve uma posição de resistência e rebeldia frente às injustiças do mundo e da nossa própria sociedade contemporânea. Do ponto de vista estético, a poesia dele foi importante para a literatura brasileira e levou o Rio Grande do Sul para o nível nacional.

Natural de Uruguaiana, Luiz Carlos Goulart de Miranda publicou mais de 30 livros. Em 2001, ele conquistou o Prêmio de Poesia concedido pela Academia Brasileira de Letras (ABL) com o livro “Trilogia do azul, do mar, da madrugada e da ventania”.

Renomado autor da obra poética mais extensa do mundo, com 3432 páginas contabilizadas (seguido por Pablo Neruda, 2.080 páginas; Ezra Pound, 837 páginas), o poeta gaúcho com mais de quarenta e cinco anos de carreira literária, teve passagens por diversos veículos de comunicação de Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.

Em 1987 é eleito para a Academia Rio-Grandense de Letras, e em 2000 é eleito para a Academia Sul Brasileira de Letras. Em junho de 2010, tendo sido informado por Diva Pavesi, recebeu uma insígnia da Academia de Artes, Ciências e Letras de Paris.

Miranda também morou em Alegrete, foi acolhido aqui e amava nossa cidade, Foi no baita chão, que o poeta quando perseguido pela Ditadura Militar se escondeu em um dos armários do antigo IRMA, logrando êxito em sua fuga.

Era um amigo de Alegrete e doou diversos quadros e obras literárias para o Centro Cultural.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários