Alegretense, criminalista de projeção nacional, é doutor em direito

O alegretense Jader da Silveira Marques é doutor em Direito pela Unisinos, Mestre em Ciências Criminais pela PUC/RS, Pós–graduado em Ciências Penais pela PUC/RS e Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela PUC/RS.

Como todo bom advogado, os trabalhos são incessantes e a correria é diária. Para o Dr. Jader a carga de trabalho triplica.

Alegretense é reconhecido em todo Brasil

Entre viagens e uma agenda lotada, a reportagem conseguiu bater um papo com o alegretense que pratica esportes todos os dias. Jader faz musculação, jiu-jitsu e também é triatleta.

Jader em uma prova de triathlon

Criador de cavalos crioulos na Cabanha Dom Bráulio na cidade de Viamão, ele é casado com a Dra. Priscila Palmeiro, Juíza de Direito. Pai do João Pedro, do Lucas e do Bernardo.

O alegretense que estudou no Colégio Divino Coração e no IEEOA, deixou sua terra natal em busca de profissionalização no ano de 1987.

Sobre sua cidade natal, ele fala com carinho, dos amigos, família e resume dizendo que nasceu no Alegrete, se criou no meio da carqueja e da macega. Para estudar se soltou no mundo, conheceu a cidade grande, atravessou o oceano e percebeu que o mundo é mesmo um monte de terra e água em torno do Alegrete.

Alegretense retorna ao Brasil e trabalha em inteligência epidemiológica na região

Fundador do escritório Jader Marques Advocacia Penal Empresarial, em 1996, o alegretense é professor de Direito Penal e de Direito Processual Penal em diversas universidades e cursos preparatórios. Atualmente, ministra aulas de Direito Penal na Escola de Criminalistas, fundada em 2016 com o pai Bráulio Marques para o ensino da prática da advocacia criminal artesanal.

Conhecido por enfrentar grandes desafios na área jurídica e também pela firmeza com que sustenta suas convicções, sempre de maneira clara e contundente para a imprensa nacional.

Na Escola de Criminalistas

Jader carrega no currículo centenas de atuações, entre os casos mais rumorosos, foi sua atuação no caso do Goleiro Bruno do Flamengo no Rio de Janeiro e Belo Horizonte e, na defesa do proprietário da Boate Kiss de Santa Maria. Marques ganhou espaço e visibilidade no mercado de palestras em menos de dois anos de atuação, graças à sua espontaneidade diante do público e também por sua experiência como advogado criminalista que atua em situações realmente adversas, sob muita pressão e tendo que equilibrar razão e emoção na tomada de importantíssimas decisões.

Talentoso, fotógrafo alegretense mostra sua arte “Para além do imaginário”

Dr. Jader no Tribunal do Júri

O advogado criminalista abre espaço para o palestrante, assim como para o escritor e comentarista. Sua abordagem envolve temas relacionados ao comportamento humano diante das adversidades da vida, especialmente em situações de tomada de decisões no âmbito pessoal e profissional na busca pela tão almejada felicidade.

O alegretense filho do Dr. Dorval Bráulio Marques(in memoriam) e da Professora Luiza Maria Machado da Silveira, é Fundador da Escola de Criminalistas, Ex-Presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas no Rio Grande do Sul – ABRACRIM-RS e integra o Centro de Estudos das Sociedades de Advogados – CESA e o Instituto Transdisciplinar de Estudos Criminais – ITEC.

Oncologista alegretense é referência no Hospital Sírio-Libanês

Atualmente está cursando a faculdade de filosofia, o alegretense faz pós-graduação Novas Tecnologias em Educação com MBA em Neurociências na PUC/RS.

Alegretense Jader Marques se prepara para o júri da boate Kiss dia 1º de dezembro

Entre muitos trabalhos em 2021, Jader é advogado de um dos réus da boate Kiss, difícil não relacionar o episódio que teve repercussão mundial. O advogado alegretense diz que a expectativa quanto ao júri é no sentido de que esse julgamento possa trazer paz para todos os envolvidos, porque já são quase nove anos de sofrimento para quem vive, todos os dias, o martírio daquele dia 27 de janeiro.

Prédios históricos e tombado pelo patrimônio resistem ao tempo em Alegrete

“Um dia eu vou ser um grande advogado criminalista, daqueles respeitados por sua história de decência, de estudos, de dedicação ao cliente e ao que é justo. Um dia eu vou ser comparado ao meu pai e minha mãe, pessoas de enorme valor. Um dia eu vou ser reconhecido como aquele que chegou aonde queria na profissão, mas se manteve humilde, altivo e ciente das próprias limitações e imensa ignorância. Nesse dia, quando eu for um idoso de cabelos brancos, com a melhor consciência da minha finitude, da minha pequeneza, da minha insignificância, serei ainda mais agradecido a quem me deu a mão na caminhada e tornou tudo possível”, Jader é assim, assíduo nas redes sociais, brincalhão como pai de família em volta dos amigos e profissional comprometido em suas atividades.

Em um trabalho realizado de forma on-line

Por toda trajetória, o alegretense possui um prestígio no meio jurídico e é reconhecido nacionalmente por sua destacada atuação, exercendo com dedicação e ética as atribuições que lhe são delegadas.

Fotos: acervo pessoal

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários