Aulas presenciais na Unipampa retornam dia 20

Após a suspensão das aulas na graduação e pós-graduação em razão da atual crise climática que vive o Rio Grande do Sul, a Universidade Federal do Pampa (Unipampa) informa que as aulas dos cursos presenciais e dos cursos EaD retornarão na próxima segunda-feira, 20 de maio.

Unipampa Alegrete
Unipampa Alegrete

Nos próximos dias, serão divulgadas instruções e documentos específicos para estudantes e servidores/as que estejam impossibilitados/as de retornar às atividades.

Centro de Vigilância alerta população para os sintomas de dengue e leptospirose

A decisão unânime foi tomada na noite desta quarta-feira, 15 de maio, em reunião on-line entre as Direções das unidades acadêmicas e Reitoria, a partir da análise apresentada pelo Comitê Técnico e Social de Enfrentamento às Condições de Emergência sobre Eventos Climáticos Excepcionais, o qual foi criado no dia último dia 8 de maio para acompanhar os impactos decorrentes de eventos climáticos nas atividades acadêmicas e administrativas da Unipampa.

A decisão pela retomada das aulas levou em consideração:

– as condições da estrutura física das unidades;

– a continuidade do fornecimento de água, luz e internet;

– a normalidade do abastecimento de alimentos, gás e combustíveis nas dez cidades e também para os Restaurantes Universitários;

– a liberação de algumas estradas, pontes e acessos que possibilitam ações de mobilidade e logística.

A Unipampa registra que, de forma alguma, ignora a situação que vivem outras regiões do Estado e também de seus discentes e servidores que tenham sido afetados direta e indiretamente por essa tragédia, mas reforça o seu papel regional, estadual e nacional como instituição pública de educação superior comprometida com a ética e a solidariedade, que se constitui como lugar de exercício da consciência crítica, no qual a coletividade possa repensar suas formas de vida e sua organização política, social e econômica, tão importantes para o enfrentamento à essa grave crise climática agora e no futuro.

De toda forma, como a crise ainda se abate sobre parcela significativa da população gaúcha, a Unipampa encoraja e incentiva que sua comunidade acadêmica siga e reforce as ações de ensino, pesquisa, inovação e extensão com o objetivo de reduzir os danos provocados pelas enchentes.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários