Balsa do Mariano Pinto está parada para arrumar caixa de comando e casco

A previsão é que fique muitos dias sem operação e isso causa transtornos aos produtores, mas a manutenção é para segurança de todos dizen integrantes da AMMAI

Balsa sendo rebocada para concerto
Balsa sendo rebocada para concerto

A Balsa do Mariano Pinto é uma das passagens de quem vai de Alegrete para Itaqui ou Maçambará e vice versa.

Balsa sendo rebocada para concerto
Balsa sendo rebocada para concerto

Com o uso e passagens de caminhões pesados e outros veículos, ela precisa de manutenção.

Ladra é presa em flagrante no centro da cidade

Elaine Londero, da AMMAI, diz que novamente a Balsa está parada e agora é para arrumar a parte mecânica. Diz a moradora da localidade que ela poderá ficar inoperante por mais uns 15 dias, a contar desde o dia 7 de junho. O problema é na caixa de comando e o concerto demanda tempo.

Balsa sendo rebocada para concerto
Balsa sendo rebocada para concerto

– Quando tiramos o rebocador da água vimos que o seu casco também precisa de reparos e a Associação, também, resolveu fazer essa manutenção.

Relata que na região tem produtores de outros municípios que estão desesperados, aguardando para irem às suas lavouras.

O pessoal de Maçambará é o mais prejudicado, diz Elaine Londero, porque eles precisam fazer a volta pelo Silvestre, é um transtorno, mas tudo é pela segurança, afirma.

Uma das alternativas é a Balsa do Silvestre, só que esta não passa com caminhões carregados e muitos produtores estão levando insumos para às suas lavouras.

Fotos: Thomas Nicholas Vargas de Lacerda -operador de Marinheiro da Balsa do Mariano Pinto

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários