Bandeiras tarifárias da conta de luz são atualizadas pela Aneel

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a atualização dos valores das bandeiras tarifárias para o período de julho de 2022 a junho de 2023, assim como os critérios para o acionamento delas.

A bandeira tarifária de julho será anunciada pela Agência na sexta-feira (24), já com os novos valores.

Saudade do Alegrete: no Vale do Ribeira, alegretense trabalha nos bananais da região

A bandeira verde não terá custo para o consumidor e servirá para sinalizar condições favoráveis de geração de energia. Já para a bandeira amarela o valor será de R$ 2,989 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos no mês. Na bandeira tarifária vermelha patamar 1 a atualização é para R$ 6,50 a cada 100 kWh. No caso da bandeira vermelha patamar 2, o valor aprovado pela Aneel é de R$ 9,795 a cada 100 kWh.

Alegretense faz sucesso com receita de pão de alho do avô

As bandeiras tarifárias sinalizam o custo real da energia gerada e possibilitam que os consumidores façam o uso adequado da energia elétrica.

Além disso, esse custo é pago de imediato nas faturas de energia, o que desonera o consumidor do pagamento de juros da taxa Selic sobre o custo da energia nos processos tarifários de reajuste e revisão tarifária.

A Aneel estima que, desde que as bandeiras foram criadas, elas geraram uma economia de R$ 4 bilhões aos consumidores de todo o país, porque evitam a incidência de juros sobre os custos de geração nos momentos menos favoráveis.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários