Bombeiros alertam para postagens em redes sociais que não são de iniciativa da Corporação

O anúncio de um curso por uma empresa privada com nome projeto Jovem Bombeiro e que pagaria cerca de dois mil a cada aluno, repercute em toda a região.

A publicação usa a imagem dos Bombeiros e muitos pais ligaram para quartel, em Alegrete, se informando do curso. Acontece, segundo o comandante de Alegrete, Sargento Robson, o curso é privado e não tem ligação com a Corporação de Bombeiros do RS.

Enfermeira alegretense é autora de estudo científico que mapeia sequelas pós-Covid

O Corpo de Bombeiros Militar, através do 10° Batalhão de Bombeiro Militar alerta a comunidade gaúcha que identificaram diversos projetos relacionados a crianças e adolescentes, veiculados nas redes sociais, identificados como Bombeiros, mas que não são iniciativas do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS), tampouco contam com a participação de militares dessa corporação. Tais iniciativas são de inteira responsabilidade civil e penal de seus idealizadores, alerta o comando.

Cepal, um templo voltado a estudos, espiritualidade e caridade

O Programa Institucional do CBMRS, realizado na área do 10°BBM, voltado a criança e adolescentes, é identificado como Bombeiro na Escola, desenvolvido, exclusivamente, por Militares Estaduais e por meio de documentação oficial desta Instituição. Ao receber material duvidoso, contate a unidade mais próxima do CBMRS, lembrou o Sargento Robson.

CBMRS: “Salvar e Proteger é o que nos move!”.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários