fbpx

Câmara de Alegrete devolve mais de 3 milhões e 600 mil reais à Prefeitura
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Todos os anos ao findar o período Legislativo a presidência da Câmara de Vereadores devolve recursos de seu Orçamento à Prefeitura Municipal.

 

Esse ano com a pandemia, o trabalho  mudou radicalmente sem sessões presenciais, diárias e outras mudanças em que o trabalho se redefiniu de forma, online, home office, nessa nova realidade imposta pela pandemia do novo coronavírus.

Já no início de janeiro de 2020, informou o vereador  Moisés Fontoura que presidiu o Legislativo, que 1,4 milhão que seria do orçamento da casa ficou na Prefeitura. Com a crescente necessidade de ajudar à Santa Casa, em especial, para ala Covid, a Câmara adiantou 320 mil  que foram repassados ao Hospital para comprar de kits de testes e outros serviços.

Bruna, a alegretense que especializou-se em compreender os sentimentos e a alma feminina

Sem o trabalho presencial nos gabinetes e sem sessões, a Câmara não teve gastos de luz, telefone e até mesmo de papel com a implantação do sistema eletrônico, informou o Vereador.

E para encerrar o ano diferente, cada Vereador analisou e votou projetos de suas casas ou sozinhos em seus gabinetes, com isso o presidente que deixou o cargo entregou, no dia da posse, um cheque simbólico de 1,8 milhão de devolução de recursos do orçamento da Câmara à Prefeitura de Alegrete. “A economia foi de todos setores e agradecemos ao trabalho de servidores e dos colegas vereadores por terem conseguido esse bom resultado”.

Moisés Fontoura adiantou que o pedido após a entrega desse valor à Prefeitura é de que seja destinado 300 mil reais para a reforma do Posto 2 da Santa Casa que atende pacientes do SUS e precisa de melhorias .

 Vera Soares Pedroso

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •