CAPSi completa 18 anos de atividades; haverá comemoração entre assistidos e familiares

A Prefeitura de Alegrete, por meio da Secretaria de Saúde, destaca que nesta quarta-feira, 01 de junho, o Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPSi), comemorou 18 anos de história no município.


O serviço disponibiliza atendimento multiprofissional às crianças e aos adolescentes alegretenses.
Durante o período de pandemia foram intensificados os atendimentos por classificação de risco, como casos graves de depressão, atenção a situações de crise, luto em decorrência dos casos de Covid-19 e isolamento.

Atualmente o serviço oferece oficinas de música, como violão e teclado e dá prosseguimento ao projeto Colorindo Vidas, que na próxima terça-feira, dia 7 de junho, no CAPSi, na Praça Castelo Branco, bairro Ibirapuitã, vai comemorar a passagem da data. Além de comemorar o aniversário da instituição, o evento visa aproximar os assistidos e familiares da unidade, assim como promover a integração entre eles e o corpo de profissional.

Alegretenses participam do Trilhão dos Amigos em Caemborá

O prefeito Márcio Amaral ressalta que o CAPSi é uma ferramenta importante para a reinserção psicossocial. Segundo ele, os profissionais que atuam neste espaço têm um importante papel na orientação e recuperação das crianças, adolescentes e famílias. Desde que ganhou seu espaço na cidade, a unidade vem atuando em prol da inclusão, construindo e ressignificando histórias de vida.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários