Casal comemora 40 anos de casamento com vídeo bem gaúcho

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um amor que evoluiu com o tempo e tornou-se ainda mais seguro. São 40 anos de matrimônio, Bodas de Esmeralda, do casal Gaspar Severo Benevides e Lilia Almeida Benevides. Para comemorar esta data, além da reunião com os filhos, netos e amigos, eles decidiram fazer um vídeo que foi gravado no Parque Doutor Lauro Dornelles. Tipicamente pilchado, o casal tradicionalista esbanjou alegria, amor e demonstrou a paixão pela cultura.

Acompanhe mais essa incrível história:

Lilia conversou com a reportagem e disse que o período total entre namoro e casamento, já completou 41 anos. Ela acrescentou que nessas quatro décadas a história deles não é muito diferente de todas, mas que sempre existiu muito amor, respeito e cumplicidade. O início foi de muitas dificuldades, eles  moravam na campanha com os pais dela, e à época, eram muito pobres.

“Tivemos a ajuda de meus pais e tios, para dar início na nossa vida a dois, mas meu esposo Gaspar, sempre foi um homem corajoso, nunca teve medo das dificuldades, trabalhou muito. Quando completamos três anos de união, fiquei grávida da minha primeira filha, que aumentou e fortaleceu nosso amor. Seguimos unidos na luta por dias melhores, até vir morar aqui em Alegrete” – lembrou.

Ela recordou que a casa era muito humilde, mas aos poucos conseguiram deixar o lar como sempre sonharam. “Tinha minha filha pequena, era mais difícil trabalhar fora, eu fazia crochê e tricô para fora, dia e noite, para ajudar no orçamento e aos poucos fomos arrumando a nossa residência. Foi então, que fiquei grávida da minha segunda filha. Para levar a mais velha na escola minha vizinha cuidava a pequena, depois, levava e trazia as duas comigo. Foram longos anos de trabalho e dificuldades, mas sempre um apoiando o outro, vivíamos só para elas. Nossa rotina era casa, trabalho e escola. E assim, passou o tempo, as meninas ficaram mocinhas, nossa situação financeira foi melhorando e, neste período decidimos levá-las para os CTGs. Logo foram prendas e passamos a frequentar as entidades tradicionalistas, mas o nosso Centro de Tradições do coração que até agora frequentamos, onde temos grandes amizades é o CTG Oswaldo Aranha do Durasnal.” – completou.

O tempo passou, as filhas se formaram, casaram e saíram de casa. Foi a partir deste momento que o meio tradicionalista ficou ainda mais presente na história do casal. Eles que sempre estão pilchados, uma característica do casal, se envolveram ainda mais e Lilia foi patroa do CTG Oswaldo Aranha,  Coordenadora Cultural por várias vezes dos Festejos Farroupilhas, da Campereada Internacional do Alegrete, até o dia de hoje, faz parte da patronagem do CTG Oswaldo Aranha, e auxilia os amigos nos Festejos Farroupilha.

Ela ressaltou que o meio tradicionalista é o que move muita das diretrizes do casamento, porque eles acreditam que é muito mais fácil de encontrar pessoas sinceras, pelos costumes e por ser muito sadio.

“Essa é a nossa vida. Agora mais velhos trabalhamos com mais moderação, vivemos o dia hoje, com fé, amor, e temos muitas conquistas juntos e unidos. Agradeço todos os dias a Deus, por ter saúde e por ter ao meu lado está pessoa tão especial que é o meu companheiro de todas as horas. Nestes 40 anos de vida em comum, tivemos muitas conquistas, mas também muitas perdas, principalmente de pessoas da família e amigos que gostaríamos que estivessem junto a nós nesta data tão especial, a comemoração das Bodas de Esmeraldas.” – concluiu.

O casal além das filhas tem duas netas, uma de 11 anos que é bailarina no meio tradicionalista(invernadas) e um netinho a caminho que deve chegar em setembro.

Os dois vídeos foram produzidos pela fotógrafa Simone Fagundes da M2G Produções. O tema escolhido, do primeiro, não poderia ser diferente, Companheira com Baitaca. No segundo, há uma narrativa do casal sobre sua história.

Flaviane Antolini Favero


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •