fbpx

Celulares apreendidos no Presídio Estadual de São Borja são doados para alunos da rede pública do RS
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Estudantes foram selecionados com base nas atividades escolares, desempenho e necessidades individuais. Aparelhos foram reformados e entregues com acesso à internet.

Alunos da rede estadual de educação do Rio Grande do Sul receberam a doação de 12 celulares que foram apreendidos no Presídio Estadual de São Borja, na fronteira Oeste do estado. Os aparelhos, que foram restaurados, serão usados nas aulas virtuais durante a pandemia do coronavírus.

A ação faz parte de um projeto do Ministério Público do estado e a entrega aconteceu na sexta-feira (8). A iniciativa chamada de ‘Projeto Alquimia II’ acontece desde o ano passado.

Segundo a Promotoria de Justiça de São Borja, os alunos que receberam os aparelhos foram previamente selecionados, com o auxílio da 35ª Coordenadoria Regional da Educação. Critérios como aproveitamento das atividades escolares, desempenho e necessidade de cada um deles foi levada em consideração.

O governo estadual contribuiu com a entrega de ‘chips’ de operadoras de telefonia, com pacote de dados móveis de internet.

Fonte e crédito: G1


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •