Cesta básica subiu em setembro e pesquisa do Procon revela diferença em Alegrete

Segundo dados divulgados na pesquisa, em comparação com o mês de agosto, houve um pequeno aumento em relação aos 33 itens pesquisados agora em setembro.

Cesta básica segue em alta
Cesta básica segue em alta

O Procon em Alegrete divulgou mais uma pesquisa sobre o preço da Cesta Básica no município referente ao mês de setembro.

Segundo dados divulgados na pesquisa, em comparação com o mês de agosto, houve um pequeno aumento em relação aos 33 itens pesquisados agora em setembro.

Pela pesquisa de agosto, o maior valor da cesta básica ficou em R$238,68 e no mês de setembro em R$ 243,40. O menor preço da cesta básica de agosto no valor de R$ 167,25 e em setembro, o valor ficou em R$ 179,96. Quanto ao preço médio da cesta básica entre agosto e setembro, ficou 203,83 e R$ 209,32 respectivamente.

Maraglai, uma professora de muita fibra e generosidade não resistiu à Covid

Entre os itens que pesaram na cesta estão a carne de agulha, o quilo foi encontrado por R$ 28,50. O pacote de 5 kg de arroz mais caro está R$ 22,99, e o açúcar 5kg teve o valor mais alto em R$24,45. No hortifruti o quilo do tomate foi encontrado por R$ 8,49. Entre os produtos de limpeza o sabão em pó pacote com um quilo mais caro custa R$ 11,50.

Entre os quinze estabelecimentos visitados pelos técnicos do Procon entre os dias 28 e 30 de setembro, onde foram pesquisados trinta e três itens, a diferença na cesta básica chegou a R$ 63,44. A pesquisa analisou o preço, não levando em consideração critérios como marca ou qualidade dos produtos.

Confira no link a pesquisa completa:

https://alegrete.rs.gov.br/grupoarquivo/88-1633532030-327.pdf

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários