Com a greve de servidores da 10ª CRS mais de 400 exames deixaram de ser autorizados

Dos 45 servidores da 10ª Coordenadoria Regional de Saúde, 19 estão em greve devido ao pacote do Governo  do RS que atinge a categoria com a retirada de vantagens do plano de carreira.

Com isso, de acordo com a Delegada Regional de Saúde, Heilli Temp, muitos exames de alta complexidade como ressonância magnética e tomografia estão deixando de ser marcados e somente os de extrema urgência. Nos últimos 15 dias, mais de 400 exames deixaram de ser autorizados, conforme a Delegada.

Em levantamento do último mês de outubro, passaram pela 10ª Coordenadoria Regional de Saúde 400 solicitações de ressonância magnética e 500 solicitações de tomografia computadorizada.

Como esta demanda é grande aos 11 municípios que integram da 10ª CRS, com sede em Alegrete, a fila dos pacientes que aguardam por estes exames aumentou, porque já contabilizam 28 dias de greve.

Vera Soares Pedroso

 

 

Compartilhe
  • 44
  •  
  •  
  •  
  •  
    44
    Shares