Com mais 244 agentes escrivães e inspetores formados, Alegrete poderá receber novos profissionais

A Polícia Civil realizou, na última terça-feira (25), em Porto Alegre, a formatura de 125 inspetores e 119 escrivães da 56ª Turma e da 57ª Turma, respectivamente.

Ao todo, 124 homens e 120 mulheres, totalizando 244 novos agentes, vão passar a reforçar a segurança pública do Estado. A solenidade ocorreu no Teatro do Sesi, no Centro de Eventos da Fiergs, com a presença do secretário da Segurança Pública, Sandro Caron.

Roberta Messa: o essencial trabalho de uma intérprete de Libras

Durante o curso, que totalizou 825 horas/aula, os novos policiais abordaram conteúdos como investigação criminal, delegacia experimental, tiro e informática policial. A formação, realizada entre outubro de 2022 e abril de 2023, foi ministrada presencialmente pela Academia de Polícia Civil (Acadepol), organização de ensino que é referência na preparação e capacitação de agentes de polícia.

Em Alegrete, a reportagem entrou em contato com a delegada regional Daniela Barbosa, que responde pela 4ª DRPI sobre a possibilidade da cidade receber novos profissionais. A policial foi categórica em afirmar que não tem nada de concreto, salientando que os formandos ainda não foram nomeados pelo Estado. Porém enfatizou que tanto Alegrete como a região passam por um déficit de recursos humanos. A delegada aguarda para os próximos dias alguma confirmação do comando da Polícia Civil sobre vinda de novos inspetores e escrivães para a região.

A alegretense que luta pela plenitude de defesa e do cumprimento da Lei de Execução Penal

Estiveram presente na formatura, o secretário Caron, que destacou os esforços realizados pelo Estado para ampliar a segurança da população gaúcha. “Estamos trabalhando pelo fortalecimento da Polícia Civil com novos investimentos em equipamentos e tecnologia, mas sempre focados no aumento de pessoal”, disse. “Com o ingresso dos novos escrivães e inspetores, estaremos reforçando ainda mais o atendimento na ponta e ampliando os trabalhos de investigação e de combate à criminalidade.”

O chefe de Polícia, delegado Fernando Sodré, que foi escolhido como paraninfo, destacou que a entrada dos novos agentes representa um reforço muito importante nas delegacias de polícia do Rio Grande do Sul. “Com esse reforço, iremos fortalecer as investigações criminais e o trabalho de atendimento à população. Com isso, a Polícia Civil poderá dinamizar as atividades e ampliar toda atuação no Estado”, ressaltou.

Jeancarlo, um alegretense obstinado pelo futebol

As duas turmas incluem representantes de outros 11 estados brasileiros – Paraná, Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Pará, Piauí, Goiás, Espírito Santo, Rondônia, Minas Gerais e Tocantins. Nos próximos dias, os novos servidores da instituição se apresentarão nas delegacias para início efetivo do trabalho.

Além do secretário Caron e do delegado Sodré, também estiveram presentes o subchefe de Polícia, Heraldo Guerreiro, a diretora-geral da Acadepol, Elisangela Melo Reghelin, e demais autoridades.

Foto: Gabriel Centeno

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários