Com mais de 3 mil recuperados e 776 casos ativos da Covid-19, Alegrete vai completar 28 dias na bandeira vermelha
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O governo do Rio Grande do Sul divulgou na última segunda-feira (25), o mapa definitivo da 38ª rodada do Distanciamento Controlado.

São 17 regiões em bandeira vermelha, onde o Gabinete de Crise indeferiu os recursos enviados pelas associações regionais de Taquara, Guaíba e Passo Fundo, já que todas estão com risco alto para esgotamento da capacidade hospitalar e velocidade de contaminação do coronavírus.

As regiões em bandeira vermelha são: Porto Alegre, Canoas, Capão da Canoa, Cruz Alta, Erechim, Ijuí, Guaíba, Lajeado, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santo Ângelo, Taquara e Uruguaiana. Já as áreas de Bagé, Cachoeira do Sul, Pelotas e Caxias do Sul ficam com a laranja.

O município de de Alegrete entra pela 4ª semana consecutiva na bandeira vermelha. Prestes a completar um mês na área de alto risco de contágio para coronavírus. Diferente da rodada anterior onde tinha 843 casos ativos, nessa semana a cidade inicia com uma redução de casos ativos, são 776.

Ontem (25), foram registrados 71 casos positivos e 132 recuperados. Sete pacientes estão na UTI Covid e 8 no Hospital de Campanha segundo dados do boletim emitido pela secretaria de saúde de Alegrete.
A cidade soma 3.861 casos confirmados, com 3.038 recuperados e 776 estão ativos (761 em isolamento domiciliar e 15 hospitalizados positivos de Alegrete) e 47 vidas perdidas.
Alegrete já testou 16.409 pessoas, com 12.447 resultados negativos, 3.861 positivos e 101 pessoas estão aguardando resultado. Em observação com síndrome gripal já são 1.057 pessoas.

De acordo com o mapa da 38ª rodada, 408 municípios (do total de 497) estão classificados em bandeira vermelha. Desses, 149 podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

Das 21 regiões, 18 estão em cogestão e podem adotar protocolos próprios, elaborados pelas respectivas associações regionais. As 14 regiões em bandeira vermelha que aderiram ao sistema podem adotar protocolos compatíveis até o nível de restrição da bandeira laranja.

Júlio Cesar Santos                                                         Foto: Alex Lopes


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •