Desaparecimento de advogada em São Leopoldo completa uma semana: ‘sem ar, sem chão, sem vida’, diz pai

Alessandra Dellatorre, de 29 anos, desapareceu no dia 16 de julho. Bombeiros e polícia fizeram buscas pelos locais onde ela foi vista, mas suspenderam trabalhos sem encontrá-la.

Uma semana após o desaparecimento da advogada Alessandra Dellatorre, de 29 anos, no sábado (16), os pais dela fizeram um novo apelo nesta sexta-feira (22). Alessandra saiu para caminhar na Avenida Unisinos, em São Leopoldo, na Região Metropolitana, e não foi mais vista.

“Por aqui, deste lado, existe um pai e uma mãe que estão sem ar, sem chão, sem vida. Somente Deus está nos segurando neste momento”, diz Eduardo Dellatorre.

Segundo a família, ela não levou o celular, nem documento de identificação. Imagens de câmeras de segurança mostram Alessandra usando um moletom preto e calça da mesma cor.

“Passem a observar os locais perto das residências de vocês, as construções abandonadas, as casas para alugar, os terrenos baldios. Sejam os nossos olhos, onde a gente não consegue estar. E se alguém enxergar a Alessandra andando por aí, por favor, tirem uma foto e enviem para a polícia. Não sabemos o que pensar, mas nós acreditamos que ela está com os pensamentos desorganizados e não consegue voltar para casa”, completa a mãe Ivete.

De acordo com a Major Karyn, do 2º Batalhão de Bombeiros Militares de São Leopoldo, os trabalhos de busca foram suspensos na terça-feira (19) depois que nada foi encontrado no perímetro delimitado em que ela foi vista pela última vez.

Uma das possibilidades, conforme o delegado André Serrão, é que ela tenha saído da mata por algum ponto cego, onde não há câmeras de segurança.

Informações que possam ajudar na localização de Alessandra devem ser repassadas à polícia pelo telefone 0800-642-0121 ou 190.

Fonte: G1

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários