Invernada Veterana do GNI é a expressão de amor à dança e à cultura gaúcha

A dança é uma das melhores terapias, porque movimenta o corpo e expande energias positivas. E as pessoas mais velhas que dançam agregam, ainda, mais saúde ao corpo e a alma pela harmonia e alegria que a dança proporciona.

Com este objetivo, há um ano, o Grupo Nativista Ibirapuitã começou os ensaios da Invernada Veterana. Os instrutores, Rafael Machado e Taiara Carús têm no corpro de dança “jovens mais velhos” que demonstram muita vontade de aprender e dançar.

Veterena do GNI no ensaios do grupo

A coordenadora do grupo Nidiele Benevides diz que 21 integrantes integram a veterana do GNI e realizam ensaios duas vezes por semana, às segundas-feiras às 21h30min e às quintas-feiras às 20h 30min. Mesmo os pares sendo mais velhos mantém entusiasmo com a prática da dança, numa demonstração de alegria e bem estar com o movimento de coreografias do folclore e músicas gaúchas.

É recorrente o número de casos de violência sexual contra crianças; é preciso denunciar, afirma Conselho Tutelar

A veterana do Grupo Nativista Ibirapuitã está aceitando novos pares com integrantes acima dos 30 anos. As danças tradicionais, expressão da cultura do Estado tão conhecido por seus costumes, que inclui dentre tantas manifestações culturais a música e a dança.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários