Laudo aponta que Alegrete está infestado de carrapato de cães
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em reunião na ONG  OPAA surgiu a ideia de fazer uma pesquisa dos locais mais infestados e o tipo de carrapato de cão que predomina em Alegrete.

E, em contato com Instituto de Pesquisas Desidério Finamor da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva da USP foi realizado uma pesquisa para a OPAA. O trabalho é realizado junto com a Secretaria da Saúde do Município (controle de vetores).

O adeus precoce ao alegretense Fernando Nogueira Martins

 

De acordo com a Médica Veterinária, Dileusa Alves, voluntária da ONG, chegou o resultado das amostras e o laudo apontou que das 22 amostras, todas apontaram que o carrapato canino está em toda a cidade e pode parasitar o ser humano. -E isso é preocupante e temos que agir, considera.

Vídeo: ladrão rouba bike com corrente e cadeado do centro da cidade

A Veterinária diz que já esteve em reunião com a Secretaria da Saúde e informa que vão montar um comitê (com órgãos da Prefeitura, Conselho da Saúde, veterinários independentes, OPAA)  para enfrentar o problema em Alegrete.

Esse é o que predomina em Alegrete

Rhipicephalus sanguineus (carrapato-vermelho-do-cão): como o nome popular sugere, é a espécie mais comumente encontrada nos cachorros. Além disso, ela também é típica de áreas urbanas. Trata-se de um dos tipos de carrapatos perigosos pois, além de causar desconforto, é transmissor das doenças babesiose, erliquiose e anaplasmose.

Vera Soares Pedroso


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •