Liberação de estacionamento nos Patinhos, nas madrugadas, poderá ocorrer outras vezes

Após quatro meses de ser implementada a faixa amarela no entorno do Parque Rui Ramos, no último final de semana, a liberação do estacionamento no horário das 22h às 6h, provocou questionamentos, sobre a retirada das placas que indicam a proibição do estacionamento no referido horário.

Em contato com o Secretário de Segurança, Mobilidade e Cidadania, Daniel Rosso, ele contextualizou que a medida preventiva de retirada do estacionamento do entorno do Parque Rui ramos, no ano passado, foi em relação às constantes reclamações de aglomerações, algazarra, som alto, drogadição entre outras situações de forma recorrente, ou seja, diariamente.

Joaquim, o homem trans que luta pelo respeito à opção sexual das pessoas, participa de campanha em Alegrete

No entanto, sempre que ocorrer um evento(grande), que haja o pedido, protocolado, da liberação das vias nas adjacências, haverá uma avaliação da Secretaria e isso poderá ocorrer, a exemplo do dia 16.

“Acredito que o problema mais grave é o entorno do Hospital Militar(HGUA), que estamos recebendo com muita frequência queixas de moradores e, principalmente, de pacientes que não conseguem dormir pelo som alto de carros que estacionam nas adjacências do hospital. Essa será a próxima medida a ser tomada, vamos colocar faixa amarela com a proibição de acordo com o que já foi feito em outros locais e, também, no entrono do parque. Contudo, sem essa liberação, segue valendo o que determina a legislação de acordo com a indicação das placas de sinalização. Outra flexibilização que ocorreu, foi a liberação de seis vagas, em frente ao estabelecimento comercial, Boi na Brasa. Diante da solicitação protocolada pelo empresário, foi feita uma avaliação e liberados estes estacionamentos que os clientes podem permanecer independente de horário” – explicou o secretário.

Sumiço de animais em propriedade rural gera prejuízo de 10 mil reais

Segundo Rosso, eventos no Parque Rui Ramos, Efipan, eventos no Clube Sete de Setembro e outros que o responsável protocolar junto à Secretaria o pedido de liberação, isso poderá ocorrer.

Em relação ao som alto, de acordo com a Secretária do Meio Ambiente, Gabriella Segabinazzi, não houve denúncias protocoladas na Secretaria.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários