fbpx

Lives, na Escola Waldemar Borges, atrai alunos com aulas agora em janeiro
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No ano de 2020 as aulas com a suspensão das aulas presenciais, ensino remoto (aulas síncronas e assíncronas) a maioria dos estudantes fez as atividades impressas, indo até a Escola e os esclarecimento das dúvidas pelo whatshapp, pois muitos não puderam acessar a plataforma do google class, por motivos diversos.

Casal que roubou motorista de aplicativo é preso pela Brigada Militar

Houve um trabalho intenso na busca ativa dos estudantes pelo grupo de trabalhadores para que houvesse uma participação dos alunos e a entrega das devolutivas. Mas mesmo assim, a escola desenvolveu diversas temáticas importantes para a vida dos estudantes, como a promoção e a prevenção da saúde, valorização da cultura gaúcha e afro, questões ambientais dentre tantas outras.


Na primeira semana de janeiro para tornar as aulas síncronas atrativas, mobilizar a participação dos alunos após o recesso de dezembro, o grupo de educadores planejou aulas integradas e motivadoras e que também pudessem colaborar na aprendizagem dos estudantes.

Eis apenas um exemplo do que os insuportáveis fogos com estampido provocam

Segunda-feira – teve a participação da acadêmica e escritora Merlen Alves, que fez reflexões sobre a importância da leitura e da escrita, também foi destacado o projeto que a Escola desenvolve: minhas leituras, minhas paixões;
Terça-feira – o papel do historiador e a historicidade pela visão do professor Bolivar Marini;


Quarta-feira – foi realizado o Show do Milhão com questões de conhecimento de todos os componentes curriculares, com a parceria de pessoas, empresas e houve a distribuição de brindes entre os participantes;
Quinta-feira – foi realizado dinâmicas com as turmas com a realização da autoavaliação e conselho de classe participativo; Sexta-feira – espaço para a realização de avaliação institucional.

Luta corporal entre irmãos gêmeos deixa um ferido na cabeça

A Escola Estadual Ensino Médio junto a EMEB Waldemar Borges, foi criada em março de 2007, mas as atividades letivas tiveram início em março de 2008, com o objetivo de atender aos anseios da comunidade da zona leste, funciona no prédio cedido pela Prefeitura Municipal de Alegrete, mas no dia 05 de janeiro de 2021, pela portaria 01/2021 recebeu a denominação de ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO WALDEMAR BORGES.

A Diretora da escola, Cássia Aurélio diz que resolveram fazer as lives, porque como as aulas vão continuar em janeiro e com este calor e a continuidade da pandemia muitos não querem saber de aulas.

Os professores preparam o material e realizam as lives de forma bem didática para que os alunos acompanhem os conteúdos.

 Vera Soares Pedroso

 Com informações e fotos de Cássia Aurélio

 

 

 

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •