Luís, o artista que trabalha na rua sonha em comprar um novo violino e fazer faculdade
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

“Talento é dom é graça. E sucesso nada tem a ver com sorte, mas com determinação e trabalho” ( Augusto Branco)

O tranquilo Luis Ricardo Brites, filho de uma diarista e de um trabalhador rural é um dos que nasceram com este dom e, aos 23 anos, nunca desistiu do seu sonho.

O violinista que trabalha na arte de rua em Alegrete começou o contato com a música clássica ainda bem novo quando desenhava e colocava música para aguçar sua criatividade. Mas foi aos 19 anos, quando fazia curso técnico de contabilidade na Escola Estadual Emílio Zuñeda que o jovem talento decidiu querer aprender a tocar violino, a época em 2015, no Projeto Mais Educação.

Professor de História é um pintor autodidata de grande talento

-Desde sempre eu achei a música clássica linda sem nem mesmo saber que o violino era um dos principais instrumentos que podem tocar tão lindamente essa arte, diz Luis.

Ele teve poucos meses de aula no Mais Educação, porque o projeto acabou, mas a sua vontade de aprender e tocar violino continuou firme. Como também tem dom para desenho foi embora para Caxias do Sul para estudar design de projetos, ficou um tempo e voltou, porque o gosto pela arte musical falou mais alto.

 

Vídeo, de menino alegretense de 4 anos, bate mais de 4 milhoes de visualizações

Porém, muita coisa barrou na falta de condições do artista. Ele diz que pegou o que recebeu de indenização de um trabalho na Serra e comprou seu primeiro violino usado.

O seu talento foi reconhecido por um vereador de Alegrete que passou a pagar as aulas na Ibaldo, escola de música onde até hoje estuda.

Mas como viver dessa arte tão diferente e sensível numa cidade pequena do interior do Rio Grande do Sul sem ter  condições? E o Luis Ricardo foi para as ruas da cidade trabalhar.

Bonequinha Lalá: conheça a youtuber alegretense de apenas 6 anos

– Todos os dias estou em algum ponto do centro, tocando meu violino e hoje tenho mais de 35 músicas em meu repertório. Desde que iniciou a tocar nas ruas ele se tornou bem mais conhecido e hoje muitos ajudam como que podem, porque a seu tempo é dedicado em estudar música e trabalhar com a arte de rua.

Ele procura estar sempre bem alinhado quando está tocando nas ruas, porque entende também que uma arte tão linda quanto a música, também requer um bom figurino.

Luis Ricardo tem foco e disciplina e quando não está em aula ensaia e agora também já está começando a ensinar os que querem aprender. E quando solicitado se apresenta em eventos.

O tranquilo e dedicado artista não desiste e quer comprar um violino melhor que segundo ele custa de 3 a 4.500 e garante uma excelente afinação e sonoridade. Para isso precisa de ajuda porque ele quer juntar dinheiro para o o novo instrumento e, também poder sair e fazer faculdade de música, par ainda no futuro quem sabe integrar uma Orquestra Musical.

Em poucos minutos na redação do PAT ele tocou a 5ª Sinfonia de Beethoven, eu uma das mais tocadas da cultura gaúcha, na atualidade, Fundo da Grota de Baitaca.

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •