Mãe e filha, em férias do Mestrado, mostram empenho e qualidade na pintura de casa
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O hábito de uma família de sempre pintar sua casa no final do ano chamou atenção de vizinhos e rendeu, inclusive, um trabalho extra da mãe e filha neste final de 202o.

A viúva e aposentada Nelma da Silva de 60 anos comenta que sempre junto com a filha que estuda fora no final de ano renova a pintura de sua casa na Rua Bento Manoel. – Alguns vizinhos vendo o trabalho da dupla solicitaram seus préstimos em pintura.

A Covid silenciou o trovador Luiz Damacena; ele morreu ontem de complicações da doença

“Nós ajudamos os vizinhos, porque eu gosto de pintar diz a aposentada e aprendi vendo quando solicitava esse serviço de profissionais para minha casa”.

Porém, neste final de ano, mãe e filha se surpreenderam quando uma amiga pediu para que elas pintassem a casa dela.  A mulher disse que gostaria que fossemos nós, porque  ao ver o trabalho aprovou e, além disso falou de que grande parte das mulheres se dedica mais ao que faz.

Ser quem você é: esse é o primeiro passo para viver e ser feliz

Nelma e a filha Janaina colocaram a mão na massa e pintaram toda a casa da comerciária, presidente do Sindicato dos Comerciários, Elaine Muller.

A jovem que está só de visita à mãe para passar o final de ano, comenta a alegretense que cursa Mestrado em Ciência animal  na UDESC- UFSM ( Lages -SC). Rindo, disse, que sempre ajudou a mãe a pintar a casa delas, mas não esperava fazer isso de forma mais profissional, neste final de ano.

Elas dizem que são muito detalhistas e isso faz diferença a quem realiza pinturas.  “Daqui a pouco eu volto aos estudos , mas agora quero curtir minha mãe, num ano difícil atípico em que tivemos que nos superar em tudo”, comentou Janaina.

 Vera Soares Pedroso

 

 

 

 

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •