Mais de 180 viagens por mês garantem tratamento a pacientes de Alegrete em outras cidades gaúchas

Pacientes que precisam de tratamento fora de Alegrete dependem integralmente do serviço fora domicílio da Secretária da Saúde.

Nesta lista estão os que sofrem com câncer, problemas cardíacos, precisam de próteses, dentre outras doenças.

Noiva de Felipe Chaia Paz encontrou na gratidão consolo para aplacar sua dor

O serviço da Secretaria da Saúde conta com uma frota de 30 veículos, dentre vans e carros para levar os pacientes a várias cidades gaúchas, referências em diferentes tratamentos de saúde pelo SUS. As pessoas devem ter todo o encaminhamento pela Rede Pública de Saúde para que possam seguir seu tratamento. Esse trabalho acontece de segunda a sexta- feira e sai bem cedo daqui da cidade e os veículos apanham os pacientes em suas casas.

Nova tendência dos golpistas: ameaçar pessoas por telefone dizendo pertencerem à facção criminosa

A Secretária da Saúde, Nidiele Benevides, destaca que são feitas, em média, 180 viagens por mês fechando o ano em 2.200 viagens. As pessoas vão consultar, fazer exames e cirurgias em especialidades que não têm em Alegrete pelo Sistema Único de Saúde. Os pacientes oncológicos, também, são transportados por esse serviço da Saúde de Alegrete às cidades que têm o tratamento para o câncer.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários