Máquinas e instrumentos musicais, no CEDEDICA, à espera de apoio para ajudar menores infratores

O Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Alegrete- CEDEDICA, há mais de uma semana, está com nova direção. Uma reunião na semana passada com a outra direção levantou a possibilidade de fechar a entidade.

Foi aí que voluntários que trabalham e lutam por esta causa se uniram e formaram uma chapa que assumiu  o CEDEDICA.

A assistente social que integra essa diretoria, Vilma Siqueira, falou que está impressionada com a quantidade de máquinas e instrumentos musicais, como violões e teclados que tem no local e que estão guardados sem uso. Também existem computadores sem uso que devem servir às aulas de informática.

-Nós temos à frente a presidente Graça Noronha e estamos retomando este local que tem o objetivo de levar cursos e oficinas a crianças e adolescentes em vulnerabilidade ou que cumprem medidas sócio- educativas aqui em Alegrete.

A Assistente Social, que está em férias, diz que estão limpando e organizando a documentação e que precisam  de ajuda do Poder Público ou iniciativa privada para que estas máquinas e instrumentos sirvam para ajudar as crianças e adolescentes a terem cursos, como um instrumentos de formação cidadão ajudando a saírem de drogadição e de cometerem delitos.

Ela já fez decoração natalina com sucatas e espalhou pela sala do CEDEDICA para dar um ar mais acolhedor aos novos voluntários que assumiram a entidade.

O CEDEDICA ocupa várias salas no térreo e andar superior do prédio da antiga Viação Férrea, sendo uma entidade sem fins lucrativos.

Vera Soares Pedroso

Compartilhe
  • 23
  •  
  •  
  •  
  •  
    23
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *