Medidas caseiras para combater carrapato

O terror dos pet’s e de seus donos.

Medidas caseiras para combater carrapato
Medidas caseiras para combater carrapato

Os pet’s adoram estar ao ar livre correndo e brincando, principalmente no verão, porém alguns parasitas se aproveitam e judiam dos nossos animaizinhos.

Os carrapatos ou carraças são pequeninos aracnídeos ectoparasitas hematófagos, responsáveis pela transmissão de diversas doenças. Pesquisas confirmam a sua existência há mais de 70 milhões de anos e com mais de 800 tipos, uma praguinha resistente que é responsável por transmitir doenças como a de Lyme e a febre maculosa.

Os especialistas alertam para ficar atento aos sintomas das doenças:

Perda de apetite;

Apatia;

Febre;

Anemia;

Icterícia e

Diarreia.

Tendo em vista que os estudos afirmam que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar e que alguns remédios e coleiras para os pet’s não funcionam, confira algumas receitinhas caseiras que podem ajudar:

VINAGRE DE MAÇÃ E BICARBONATO DE SÓDIO

02 xícaras de vinagre de maçã

01 xícara de água morna

Modo de usar: Misturar e aplicar com um borrifador em todo o ambiente (cômodos da casa, caminha e casinha). Deve-se repetir esse processo de 2 a 3 vezes na semana.

FRUTAS CÍTRICAS

02 xícaras de água fervente

02 frutas cítricas (limão, lima, laranja…).

Modo de usar: Coloque a água para esquentar e quando levantar fervura adicione a fruta partida ao meio e deixe em fogo baixo por 30 minutos. Após isso, passar em todos os lugares com um borrifador. Obs.: Longe dos animais, pois pode dar irritação nos olhos.

CRAVO DA ÍNDIA

Indicado para quintais e pátios. Pode ser usado a folha do cravo fervida com água ou o próprio cravo misturado com água e uma fruta cítrica. Deve ser aplicado com um borrifador por toda a área desejada.

ÓLEOS ESSENCIAIS

Indicado para uso externo (no pelo) do bichano. O óleo essencial (nem, lavanda, alecrim, capim-limão, patchouli, cravo da índia, melaleuca e cânfora) deve ser diluído em um olho base (como jojoba, amêndoas ou oliva) e aplicando no pelo do animal, na parte de cima do corpo e afastada de sua cabeça e mucosas, evitando que o mesmo lamba.

Obs.: Os óleos de cravo, melaleuca e cânfora não devem ser aplicados em felinos, por causa do olfato mais sensível. E a dosagem do óleo deve ser dada por um veterinário especializado em aromaterapia, pois cada espécie tem a sua.

Mesmo com tantas receitas e alternativas para eliminar o carrapato, é importante lembrar que a limpeza e organização do pátio e da casa, evitando entulhos e umidade, são indispensáveis.

CURIOSIDADE: Uma pesquisa realizada no Laboratório de Bioquímica do Instituto Butantan, em São Paulo, descobriu que a saliva do carrapato tem poderes anticoagulantes e antitumorais. “[…] Passamos, então, a testá-lo em células de vários tipos de tumores diferentes, como melanoma, mama, renal e de pâncreas. Todos tiveram resposta positiva.”, contou a responsável pela pesquisa Ana Marisa.

Por: Geovanna Valério Lipa

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários