fbpx

Ministério Público do Trabalho solicita documentos sobre eleição do Sindicato dos Municipários de Alegrete
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em atendimento à solicitação do Ministério Público do Trabalho, a comissão de servidores Unidos de Alegrete vai enviar a lista de presenças na assembleia em que estiveram reunidos para que a eleição de escolha do novo presidente do Sindicato dos Municipários não fosse realizada, já que não puderam registar chapa, visto que o prazo expirou sem que fosse dada a devida publicidade, segundo afirmam servidores da Prefeitura de Alegrete.

Gestos de altruísmo e generosidade estão nas ruas; basta querer vê-los

Um ofício do MPT solicitou que a comissão de servidores envie copia da ata da assembleia e mais fotos que comprovem que só ele estava na mesa de votação e não havia nominata da chapa, no dia da votação, no último dia 6 de outubro na sede do Sindicato.

É preciso dar visibilidade aos bons exemplos, como o gesto do frentista

Patrícia Pugliero, da Comissão de Servidores Unidos por Alegrete, disse que já providenciaram para enviar o que foi solicitado pelo Ministério Público do Trabalho com sede em Uruguaiana.

Angelo Tertuliano, que foi reeleito para o terceiro mandato, de mais quatro anos, diz que vai enviar a documentação que o MPT solicitou com a ata da eleição, o edital e a nominata da chapa.

Vera Soares Pedroso

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •