Moradora quer identificar o autor da morte do seu cão, por envenenamento, dentro do pátio
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O desespero em ver o animal de estimação morrer de forma brutal sem ter a chance de tentar salvar, deixou uma família desolada no bairro Kennedy,  em Alegrete.

Nesta semana, Tais Noronha, teve o seu “filho” de quatro patas morto por uma ação criminosa. Mesmo dentro do pátio,  o cãozinho foi vítima de um ser que se diz humano, pois jogou veneno no pátio da moradora e o cão teve uma morte rápida e muito cruel.

Taís disse à reportagem que o veneno foi arremessado por volta das 14h. O esposo estava saindo para trabalhar quando percebeu que tinha algo de errado com Brutus, de apenas dois anos. ” Ele tentou fazer algo, imediatamente pensamos em levá-lo ao veterinário, mas não houve tempo pra nada, Brutus morreu muito rápido. Começou a se bater nas paredes, chegou a machucar as pata e caiu duro no chão. Muito triste para um cachorro cuidado e cheio de vida. Estava conosco desde 1 mês. Estamos com coração partido” disse Tais, inconformada.

Ela acrescentou que é difícil acreditar que existe pessoas com toda essa maldade, mas infelizmente aconteceu com eles. Ela registrou uma ocorrência na Delegacia de Polícia e pede auxílio para quem possa ter visualizado qualquer pessoa suspeita no bairro, pois o cãozinho não saia do pátio e jamais provocou qualquer situação que pudesse ter gerado um ódio tão incompreensível de uma pessoa para que chegasse ao ponto de matá-lo envenenado.

“Fiz um boletim de ocorrência. E estou questionando se alguém visualizou alguém que tenha passado por aqui por volta das 15h de quinta- feira 18/02. Algum suspeito por favor informar no telefone 996874108. O endereço é
Rua João Adolfo Martins 98. Precisamos ter alguma informação e fazer justiça” afirmou

 

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •