Na hora da vacina, a reverência aos que não tiveram tempo de receber o imunizante
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma demonstração de amor e carinho. O reconhecimento pelo que, cada um representou, não apenas como familiar, amigo pessoal, educadora, mas também para toda sociedade de alegretense.

O jornalista Paulo Berquó, foi vacinado na última segunda-feira(3), e homenageou 4 alegretenses que, infelizmente, perderam a batalha para a Covid-19. Ele também, fez menção ao SUS com a #VIVAOSUS.

 

Com um cartaz nas mãos citando o nome deles, Paulo recebeu a primeira dose da vacina de Oxford/AstraZeneca. Ao Portal Alegrete Tudo, ele descreveu que se vacinou devido às comorbidades, mas não poderia deixar de homenagear pessoas que foram importantes não apenas para ele, mas para toda sociedade alegretense. Em seu Instragram a seguinte mensagem: a mensagem silenciosa e comovida é para amigos queridos que foram vítimas desse vírus cruel e traiçoeiro. E estendo minha homenagem aos mais de 200 alegretenses e 400  mil brasileiros que foram vítimas do vírus, do negacionismo, da ignorância e da ganância” – citou.

No cartaz, os nomes do fisioterapeuta Sebastião Leão Fialho Guedes, projetista esportivo social e militar Aldenir Kniphoff, educadora e  poetisa Marlene Feijó e o jornalista e também filho ilustre, Maurício Goldemberg.

Veja um breve histórico de cada um:

Sebastião Leão Fialho Guedes: Aos 60 anos, depois de quase 30 dias internado na Santa Casa, destes, uma parte na UTI Covid-19, o fisioterapeuta perdeu a batalha contra o vírus, mas foi inundado de luz e orações. O fisioterapeuta Sebastião Leão Fialho Guedes foi a oitava morte em decorrência do agravamento de problemas respiratórios causados pela Covid-19 e o primeiro profissional da área da saúde. A cidade chorou. Em todos os lugares houve comoção e homenagens no dia 20 de Julho de 2020.

Aldenir Kniphoff: Hospitalizado na UTI Covid-19 em Manaus, o alegretense travou uma grande batalha contra o vírus, porém, devido às complicações não resistiu e faleceu depois de 23 dias internado. Aldenir era considerado o maior projetista esportivo social do mundo. Militar da Reserva do Exército, possuía um currículo recheado de benfeitorias no esporte nacional. Criador das academias de saúde, implantadas em todo o território Nacional, inclusive em Alegrete, ele está inserido no Projeto Vila Olímpica do Flamengo. O alegretense que perdeu a batalha para a Covid-19 no dia 2 de setembro, morreu aos 52 anos e deixou um legado muito grande no Brasil e pelo mundo. As cinzas do alegretense vieram para Alegrete onde foi realizada uma homenagem no Salão Azul do Centro Administrativo.

Marlene Feijó: Alegrete perdeu no último dia 16 de março a professora dedicada à causa da educação, Marlene Feijó, aos 75 anos. Por onde passou, com um currículo extenso de feitos e ações que orgulham toda comunidade alegretense, a educadora e mestra é uma das maiores referências da língua portuguesa no Município. A história da professora é de envolvimento intenso em vários segmentos. Educadora, poetisa, amante da vida, da arte, cultura, política e esportes. A professora recebeu incontáveis homenagens nas redes sociais.

Maurício Goldemberg: aos 91 anos, o alegretense Mauricio Goldemberg, também foi uma vítima do novo coronavírus. Ele faleceu na madrugada de domingo(14), de março de 2021, na Santa Casa de Alegrete, onde estava internado na UTI Covid. Um homem que fez parte da história da cidade nas últimas décadas. Iniciou na Gazeta de Alegrete com 15 anos. Foi dos serviços gerais a sócio do jornal mais antigo do RS. Também foi redator da Rádio Alegrete. Mas, depois de um longo período trabalhando no ramo de imprensa, se lançou empresário e dono de uma joalheria, a antiga Joalheria Exposição na Praça Getúlio Vargas. Primeiro superintendente do Frigorífico Matadouro Alegretense, foi idealizador do empreendimento privado que até hoje é um dos maiores empregadores do município, entre tantos outro feitos. A sua despedida foi acompanhada por um grande cortejo.

 

 

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •