No dia do aniversário, motofretista devolve carteira perdida com quase dois mil reais

Compartilhe
  • 1.8K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1.8K
    Shares

O motofretista, Fabiano Ferrão Paim, de 39 anos, deu um exemplo de honestidade ao encontrar uma carteira cheia de dinheiro em Alegrete.

Preocupado, ele colocou uma postagem nas redes sociais para divulgar o nome do dono do dinheiro. Além de documentos e cartões, na carteira havia R$ 1.900,00.

Na noite do dia(9), a reportagem esteve em uma Bomboniere na Avenida Assis Brasil.  O proprietário, Luis Grando, estava perplexo com o que havia presenciado mais cedo. Ele iniciou o diálogo dizendo que, há quase 30 anos de trabalho com o público,  nunca tinha se deparado com uma atitude honesta como do trabalhador.

A gratidão é sempre um gesto nobre que engrandece quem reconhece e quem recebe

O empresário segue a narrativa ao destacar que durante à tarde um cliente entrou em sua bomboniere para comprar dois pacotes de suco. Porém, ao sair antes de entrar no carro, derrubou a carteira com documentos,  cartões e o dinheiro.  Apenas um tempo depois percebeu que a carteira não estava com ele e ligou para o dono do estabelecimento comercial onde esteve questionando se não tinha esquecido no balcão. Mas, ao procurar, Luis Grando, no primeiro momento,  nada encontrou.

Motofretista, em gesto de bravura, salva jovem na Ponte Borges de Medeiros

Fabiano ao perceber a movimentação e, sem respostas do dono da carteira através da mensagem no Facebook, ele já tinha tentado contato, questionou o que estava acontecendo  e perguntou se a carteira que estavam procurando não seria uma que havia localizado perto da tele que fica quase ao lado da bomboniere.

Fabiano e outro colega da tele-moto tinham enviado mensagem através do Messenger para o proprietário da carteira em razão do nome da Carteira Nacional de Habilitação.

” Quando eu vi a carteira, percebi que tinha dinheiro e não era pouco. Mas a única coisa que pensei foi em ver o nome na CNH para tentar identifica-lo. Sei que a vida é feita de oportunidades e a minha é de trabalhar corretamente.  Era minha obrigação fazer o que fiz” -disse o motofretista que completa um ano de empresa neste dia 10 de setembro.

Um gesto mudou o dia de uma mãe de autista em Alegrete

Além da generosidade e da boa ação, o empresário ficou encantado ao saber que o motofretista estava de aniversário naquele dia, mas o presente foi muito maior para o dono da carteira. ” Ele poderia ter se aproveitado e não o fez, teve um gesto que enaltece a os princípios  do bem e demonstra que, diante de tanta descrença, ainda temos pessoas do bem, que fazem tudo valer a pena” informou.

“Para ter esse valor trabalho mais de 13 dias para faturar algo semelhante. Mas,  a verdade sempre compensa. Não pensei em ficar porque Deus é nosso maior conselheiro.  Quando jovem fiz algumas coisas que não me definem hoje” comentou o tele.

Para encerrar, Luis Grando acrescentou que, em mais de 25 anos trabalhando com público, centenas de carteiras se perderam mas nenhuma retornou com os valores.

O motofretista reside no bairro Maria do Carmo com esposa e a enteada.

Neste período de pandemia em que o emprego e a honestidade também são itens raros, mais um exemplo de retidão.

A carteira foi restituída ao dono. A tele-entrega onde Fabiano trabalha (Apressadinha) e a bomboniere ficam na Avenida Assis Brasil.

Flaviane Antolini Favero


Compartilhe
  • 1.8K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1.8K
    Shares