OPAA lança Troco Pet para poder continuar ajudando animais abandonados e que sofrem maus tratos
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

É de conhecimento público que a OPAA vive de doações, sócios ou eventos. Como os eventos estão cancelados, devido a pandemia, a ONG não tem recurso, pois a entidade não recebe verbas públicas.

 

E, por outro lado, diz a veterinária Dileusa Alves, os animais continuam na rua, sendo abandonados, sofrendo  maus tratos e precisando de ajuda. Ela diz que a comunidade continua recorrendo à ONG que fez isso por 10 anos, só que agora sem recursos não está conseguindo socorrer. A despesa mensal para atender toda a demanda que chega à entidade é de cerca de seis mil por mês. informa Dileusa Alves.

Para tentar conseguir recursos os voluntários vão aderir ao projeto Troco Pet, do Vereador Rud Pinto, aos moldes do Troco Solidário que ajuda a  Santa Casa. Só que este especificamente para ajudar animais  A ideia é para que empresas, de Alegrete, também se sensibilizem e ajudem. – Na verdade não sai nada do bolso deles e sim de quem comprar nas empresas que aderirem ao projeto, doando moedinhas que no final serão destinadas à OPAA, destaca a Veterinária.

E uma causa justa explica, porque não podemos deixar animais vagando, sofrendo sem nenhuma amparo, eles não tem culpa de estarem nesta situação . – Nós queremos e vamos continuar ajudando, mas para isso precisamos de que outros que, também, gostam e respeitam os animais nos ajudem.”  E a ideia e o trabalho do vereador, principalmente, agoar na pandemia se reveste de extrema importância pela causa animal, destaca .

Vera Soares Pedroso


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •