Polícia negocia com família apresentação do adolescente suspeito de matar o irmão com machado

Segundo Polícia Civil, jovem de 16 anos teria procurado a mãe para admitir o ataque, na terça (24), e, depois, fugido. Irmãos teriam discutido na noite anterior.

Polícia negocia com família apresentação do adolescente suspeito de matar o irmão com machado
Polícia negocia com família apresentação do adolescente suspeito de matar o irmão com machado

 Polícia Civil negocia com a família a apresentação espontânea do adolescente de 16 anos suspeito de matar o irmão, de 29 anos, encontrado morto com ferimentos de machadadas na cabeça na manhã de terça-feira (24), em Pejuçara, na Região Norte do Rio Grande do Sul.

Segundo a delegada Diná Aroldi, ainda não foi localizado o paradeiro dele. Porém, como se trata de um menor de 18 anos, ele precisa depor com acompanhamento especializado.

“Agora estamos fazendo o procedimento de ato infracional. Ele será ouvido em escuta especializada e, após, o procedimento será enviado ao Ministério Público para que sejam aplicadas as medidas sócio-educativas. Em casos de adolescentes infratores, a pena (medida sócio educativa) é aplicada pelo Ministério Público e Judiciário. A Policia somente investiga o fato”, destaca.

Conforme a delegada, os irmãos teriam discutido na noite de segunda (23). No dia seguinte, após o ataque, o jovem teria ido até a escola onde a mãe trabalha para contar sobre o que tinha acontecido. A direção, então, chamou a polícia.

“A mãe trabalha na escola, e o menor foi até o local avisá-la. Ele foi, falou para a mãe e fugiu do local”, relata.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de ato infracional equivalente a homicídio. Como não houve flagrante, o menor não foi apreendido. De acordo com a delegada, a mãe estava muito abalada e precisou ser medicada.

“Na semana que vem esse procedimento já estará no Ministério Público”, completa.

O Instituto-Geral de Perícias (IGP) fez o atendimento do local de crime, com o levantamento fotográfico e a coleta de vestígios, pela equipe do Posto de Criminalística de Santo Ângelo.

Fonte: G1

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários