Primos de menina que caiu do 9º andar em BH são indiciados pela Polícia Civil

Clara, de 10 anos, passava feriado no apartamento do casal, no bairro Heliópolis. Eles vão responder por lesão corporal grave culposa, que tem pena de até um ano.

A Polícia Civil indiciou, nesta quinta-feira (7), o casal proprietário do apartamento de onde a menina Clara Pereira, de 10 anos, caiu, no dia 13 de outubro, por lesão corporal grave culposa, ou seja, sem que tenha havido a intenção de provocar a queda.

acidente foi no bairro Heliópolis, Região Norte de Belo Horizonte. A garota passava o feriado na casa dos primos, cujos nomes não foram divulgados. Ela foi encontrada caída dentro da área privativa do 1º andar do edifício, após bater em telhas. Um laudo pericial descartou a possibilidade de que ela tenha sido arremessada. A família suspeita de sonambulismo.

Clara quebrou a perna e o braço esquerdos e teve ainda uma fratura no rosto, do mesmo lado. Ela foi submetida a três intervenções cirúrgicas, sendo que uma delas, para reconstruir o braço e o queixo, durou cerca de 12 horas.

Em entrevista ao Jornal Nacional, o perito criminal da Polícia Civil André Godoy disse que as telhas acabaram amortecendo o corpo da criança que sofreu fraturas. “O ponto desse telhado que ela caiu não tinha nenhuma madeira mais rígida. Ele não ofereceu resistência suficiente para causar uma lesão grave fatal, mas ele ofereceu ao mesmo tempo resistência para amortecer essa queda”, disse ele.

Negligência, diz polícia

Para a polícia, o casal de primos teria agido com negligência. Segundo a delegada Ana Patrícia França, a cama ficava encostada na parede e perto da janela, que estava aberta e sem proteção. A pena chega a no máximo um ano.

O pai de Clara, Wallace Paes, disse ao G1 nesta tarde que a família ainda não tinha conhecimento da conclusão do inquérito.

Alta

alta da menina foi no dia 31, após 18 dias internada. Ao sair do hospital, ela disse: “É muito bom voltar pra casa. É muito ruim ficar no hospital, porque não tem nada pra fazer”. “Vitória. Não tenho palavras para descrever este milagre”, afirmou bastante emocionada a mãe da menina, Neilma Paes.

Fonte: G1

Compartilhe
  • 71
  •  
  •  
  •  
  •  
    71
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *