Princípio de incêndio assusta o escultor Derli Chapéu Preto

Compartilhe
  • 300
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    300
    Shares

Na manhã deste domingo (5), os Bombeiros de Alegrete realizaram o combate a um princípio de incêndio na casa do escultor alegretense, Derli Vieira da Silva, conhecido como Derli Chapéu Preto.

O sinistro foi em uma das peças nos fundos da residência, o que dificultou o acesso dos militares em razão da quantidade de esculturas entre outros objetos no interior da casa. Derli estava no local e tentou inicialmente apagar às chamas com uma mangueira.

Não obteve sucesso e os vizinhos acionaram os Bombeiros. A guarnição teve que retirar uma folha de zinco, através do acesso da casa do vizinho para chegar na peça onde estava ocorrendo o sinistro.

A ação sempre precisa e rápida dos militares foi fundamental para que o fogo não se alastrasse para as demais dependências. Com o volume de peças (esculturas) e outros materiais o sinistro seria de proporções incalculáveis, em razão da falta de acesso às peças.

O escultor não se feriu. Ainda conforme informações preliminares da Brigada Militar, que também esteve no local para auxiliar os Bombeiros, no trânsito  e na segurança da Guarnição e das pessoas que poderiam se aproximar, Derli estaria eliminando formigas com um maçarico e isto teria sido a origem do fogo.

A equipe dos Bombeiros estava composta pelo sargento Jocimar, soldados, Jonas e Fernando, além da soldado Guerra na Sala de Operações.

O fato ocorreu por volta das 11h desta manhã, no bairro Capão do Angico.

Flaviane Antolini Favero


Compartilhe
  • 300
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    300
    Shares