Quarteto alegretense chega na frente de mais de 14 mil corredores na São Silvestre

Para fechar o ano com chave de ouro, a tradicional Corrida de São Silvestre 2021

Medalha no peito e mais uma São Silvestre para conta

Os milhares de competidores lotaram a Avenida Paulista, em São Paulo. No masculino, Belay Bezabh, da Etiópia, faturou o primeiro lugar, enquanto Sandrafelis Chebet, do Quênia, terminou na liderança do Feminino.

Milhares de atletas
Quarteto alegretense na São Silvestre

Entre 20 mil competidores, quatro alegretenses representaram o município. O atleta Nilton Cardoso Bicudo ficou na posição 1.162 na geral da prova. Na categoria 40 a 44 anos foi o 250º colocado com o tempo de 1 hora e 16 minutos 55 segundos.

Nilton Bicudo em sua terceira participação melhorou o tempo na prova

Já o corredor João Augusto de Miranda Pedroso ficou na classificação geral em 5.256, na categoria 40 a 44 anos, foi o 1.018º na classificação. João gastou 01:42:20 segundos para concluir o trajeto em São Paulo.

João Augusto avaliou como positiva sua 5ª participação em São Paulo

O atleta Francisco Brasil Dornelles correu a prova junto com o amigo João. Ficando em 5.255 na listagem geral e na categoria 45 a 49 anos, foi o 735º com 01:42 :20 segundos.

Francisco Brasil, pela segunda vez na Corrida de São Silvestre

Aos 70 anos, Fábio Mauro Macedo Billher terminou em 4.452 na geral e na categoria 70 a 74 anos, foi o 42º com um tempo espetacular de 01:37:59 segundos.

Aos 70 anos, Seu Fábio deu uma aula na São Silvestre 2021

No pelotão de elite, Belay Bezabh, da Etiópia, ficou em primeiro lugar no Masculino, enquanto Sandrafelis Chebet, do Quênia, terminou foi a ganhadora no Elite Feminino.

Belay teve o tempo de 44min54s, enquanto o brasileiro Daniel Nascimento ficou em segundo lugar com 45min09s. Em terceiro lugar ficou o boliviano Hector Flores, fechando o pódio em 2021.

Filho é denunciado por abandonar a mãe com Alzheimer

Já no Feminino a atleta do Quênia, Sandrafelis Chebet, foi a grande vencedora sob o tempo de 50’06. No pódio, a brasileira Jenifer do Nascimento ficou em terceiro lugar, mas diferente do masculino não teve briga pela liderança.

A categoria Cadeirantes trouxe campeões brasileiros na corrida de São Silvestre de 2021. No feminino, Josiani Nowacki levou a medalha especial de primeiro lugar, enquanto Leonardo de Melo terminou em primeiro lugar. Os dois fizeram o trajeto de 15 km, na Avenida Paulista, terminando em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero.

Mulher, em surto psicótico, invade residência e agride violentamente a vizinha

Enquanto Leonardo já participou outras vezes da competição, Josiani entrou na pista pela primeira vez e mostrou-se muito contente.

Sandrafelis Chebet e Belay Bezabh, os campeões da São Silvestre, vão levar para casa o total em dinheiro de  R$50 mil como forma de premiação da organização. Já o brasileiro Daniel Nascimento e Yenenesh Dinkesa, da Etiópia, faturam 25 mil, também uma boa quantia.

A premiação da corrida de São Silvestre chega a 256 mil reais somando todas as categorias. Ao fim do evento de São Silvestre, somente os participantes das categorias Elite Masculino e Feminino ganham o prêmio especial em dinheiro como forma de incentivo.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários