Seca: é crítica a situação de muitas localidades do interior de Alegrete

De acordo com dados atualizados da Defesa Civil, 384 das 497 cidades do RS já decretaram situação de emergência em decorrência da seca.

De acordo com dados atualizados da Defesa Civil, 384 das 497 cidades do RS já decretaram situação de emergência em decorrência da seca.

A estiagem é uma das grandes preocupações dos municípios gaúchos. De acordo com dados atualizados da Defesa Civil, 384 das 497 cidades do Rio Grande do Sul já decretaram situação de emergência em decorrência da seca – o que corresponde a 77% dos municípios do Estado.

Indivíduo de 22 anos é preso, em flagrante, por tráfico de drogas em Alegrete

Ícaro Ferreira é um dos moradores do interior de Alegrete que está preocupado com o futuro diante do cenário de seca. O abastecimento de água para consumo humano ainda não sofreu intercorrências, mas o gado já não tem água nos açudes, todos secaram e, com isso, matar a sede dos animais somente através de um trabalho que envolve bebedouros e uma barragem emprestada, de um vizinho, conta Ícaro.

Ester Bueno: professora aposentada que clica verdadeiras obras de arte da natureza em Alegrete

Ele acrescenta que a propriedade fica cerca de 45km de Alegrete, na localidade do Inhanduí. Há mais de uma semana, todos os açudes da estância secaram e a saída foi adaptar bebedouros(nos potreiros), que são abastecidos com mangueiras através de um poço artesiano e, os locais mais distante, a saída foi levar o gado até uma barragem, de uma propriedade lindeira.

Ícaro falou com o PAT e destacou a preocupação pela falta de chuva. A última precipitação prevista nem choveu aqui na minha região. Eu não tenho dificuldade com alimento para o gado, somente a água.

Esse foi um dos relatos de produtores que estão enfrentando sérios problemas em razão desse período de muito calor, falta de chuva e perdas, tanto em lavouras como em relação ao gado leiteiro.

Tatu que “passeava”na Avenida Tiaraju foi salvo por populares e policiais militares

Devido ao agravamento da estiagem no Rio Grande do Sul, parte da população encontra dificuldades no abastecimento de água. O impacto no setor agropecuário também é preocupante, com municípios registrando perdas até o momento incalculáveis nas lavouras e na pecuária.

A Prefeitura de Alegrete informa que o Governo do Estado estabeleceu o decreto n° 56.353, referente a homologação da situação de emergência nos municípios atingidos pela estiagem nesta última quarta-feira, 26. Alegrete encontra-se entre os municípios em situação de emergência.

O Secretário de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Daniel Gindri, acrescentou que equipes estão trabalhando no interior e, dentro de um cronograma estão limpando açudes, construindo alguns bebedouros entre outras ações. Mas é importante destacar que é preciso procurar a Secretaria pois há uma relação já efetiva.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários