Sistema de videomonitoramento permite auxílio imediato aos órgãos de segurança

A segurança é um dos temas mais presentes no cotidiano do brasileiro, ficando em segundo lugar entre as maiores preocupações da população.

Em Alegrete, um aparato de 20 pontos de câmeras de alta resolução, sendo doze novas, auxiliam na segurança da cidade.

Um trabalho desenvolvido pela Secretaria de Segurança Pública, Mobilidade e Cidadania, que cada vez mais tem se mostrado eficiente para elucidação de furtos, roubos, investigações de ponto de tráfico e prevenção ao suicídio.

Quem foi a vítima e o que terá acontecido na calçada da Andradas

Segundo o coordenador da sala de monitoramento, Uiliam Rodolfo Lopes Almeida, o serviço é 24h e cerca de 60% das ocorrências têm resolutividade.

Do projeto de troca de câmeras, 55% já foram substituídas com uma resolução muito mais eficaz. Uiliam pontua que as situações mais recorrentes identificadas pelo sistema de videominitoramento, são acidentes de trânsito, embriaguez ao volante, tentativa de furto e brigas.

Uilliam que está à frente do SIM(Sistema Integrado de Monitoramento), cita que os resultados nos últimos meses, auxiliando na segurança do Município e salvando vidas foram excelentes. 

A ampliação do sistema de videomonitoramento, que ainda está em expansão, aliado a mais tecnologia é uma ferramenta essencial ao trabalho que já colhe frutos em Alegrete.

“Barracos” nas madrugadas da cidade viralizam na web

O coordenador acrescenta que há necessidade de mais servidores e a ampliação da sala, assim como, de um suporte maior de armazenamento estão em pauta.

Na última semana, durante a madrugada, também, foi possível monitorar mais uma tentativa de suicídio na Ponte Borges de Medeiros, onde um jovem salvou outro que já tinha passado para o outro lado da mureta. Cenas como essa não ficam sem a identificação dos olhos atentos dos servidores que atuam no setor.

A Guarda Municipal, Brigada Militar, Bombeiros e Samu Mental, são acionados de forma recorrente pelos servidores conforme a avaliação de cada caso. “Conforme a necessidade, o órgão de segurança ou de saúde pertinente é acionado. As câmeras estão com uma ótima resolução e terão novos recursos que devem auxiliar ainda mais” – finaliza.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários