não essenciais à vida do país”. Restaurantes