Telefonista não consegue se livrar das importunações do ex- namorado

Depois de um breve relacionamento de quatro meses com um homem de 28 anos, telefonista está enfrentando sérios problemas. De acordo com a ocorrência, ela disse que no período em que esteve com o acusado emprestou uma conta do banco para que ele pudesse depositar o valor de R$ 4.250,00 referente a uma indenização trabalhista. Logo depois, o até então namorado, foi preso pela Brigada Militar e foi conduzido ao presídio Estadual de Alegrete. Durante o tempo em que ele ficou na Casa prisional ela o auxiliou enviando produtos e alimentos que o mesmo solicitava. Porém, era uma outra pessoa que era encarregada de fazer a entrega. A mulher disse que nunca teve coragem de ir até o Presídio, não se sentia bem.

Ela também, pagou o advogado do ex-namorado. Entretanto, nos últimos tempos o homem passou a perturbá-la insistindo para que fique com ele. Foram inúmeras ligações para o telefone, mesmo ela ter deixado claro que o auxiliava por amizade e que não queria mais se relacionar amorosamente, além do valor que estava na conta, estaria à disposição do ex para quando ele quisesse. A vítima acrescenta que já está casada e teve que trocar o número do celular. A partir deste fato, o ex passou a ligar para o trabalho e a perturbá-la além de colocar em risco o emprego.

A mulher falou que ele passou a cobrar o valor integral da indenização, até mesmo o valor que foi pago para o advogado. A vítima destacou que está disposta a pagar o valor desde que ele deixe de persegui-la, pois ela está sendo difamada para amigos. A telefonista pediu medidas protetivas.

Compartilhe
  • 15
  •  
  •  
  •  
  •  
    15
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *