Uma atitude do bem tem um valor incalculável; veja o exemplo

Compartilhe
  • 86
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    86
    Shares

Na última semana, uma publicação demonstrou muito mais que solidariedade e empatia. Em sua rede social, Larissa Guedes, expôs uma situação degradante que se deparou com um vizinho.  Até então,  ela disse que o auxiliava com alimentos, mas nunca havia entrado na casa do idoso. Com problemas de saúde,  segundo ela descreveu, o morador do bairro Piola estava em condições sub-humanas. “Me chamou atenção quando eu vi o funcionário da RGE cortar a luz. Foi então que eu cheguei na residência para saber se ele precisava de alguma ajuda. Todos sabem que ele têm filhos, um inclusive reside com ele” disse a moradora.

Solidariedade na sua essência: empresa doa pães à população carente

Porém,  ao chegar no interior da casa, Larissa percebeu que, muito mais que a ajuda com a luz, o idoso precisava de auxilio com a alimentação e com a casa. Em todos os cômodos,  segundo a publicação e relato, havia falta de higiene em razão da sujeira acumulada. Na cozinha, o armário estaria apenas com um pouco de arroz e sal.

“No mesmo momento,  chamei minha cunhada e meu irmão.  Os convidei para fazer uma faxina geral. Assim foi feito. Com sabão e kiboa lavamos e organizamos a casa para ficar em condições para que uma pessoa possa dormir e se alimentar ” -descreveu.

Em missão de paz e solidariedade, Policiais Militares levam cestas de alimentos a famílias carentes

Mais tarde, a moradora do bairro Piola disse que também entrou em contato com um dos filhos do idoso. O homem teria acrescentado que havia pago a luz. Mas somente isto.

O presidente do bairro,Joceli Oviedo, ao ter conhecimento do caso acionou o Conselho do Idoso e a Assistência Social. Ainda na noite de ontem os agentes foram até a residência para realizarem uma avaliação.

O instrutor de dança alegretense que sofreu grave acidente na Bahia, diz que está vivo graças à solidariedade

Essa atitude da moradora demonstra que, muito mais do que denunciar, falar ou brigar pela situação,  o mais importante é ter uma atitude.  O que Larissa e os dois familiares fizeram resultou em um acolhimento para o idoso. Além do carinho com a alimentação,  também foi agraciado com uma casa organizada e limpa, mesmo dentro das condições que se encontrava, aquela atitude demonstrou muita humanidade.

De acordo com Joceli, presidente do bairro, a atenção da Assistência social foi muito importante também.  ” Eles estiveram no bairro e informaram que não tinham conhecimento,  assim como todos daqui, também não sabiam. Apenas nos deparamos com essa situação pelo corte de energia e a coragem dos moradores que foram até a casa e realizaram aquela belíssima ação.  Porém, a Secretária de Assistência Social ressaltou que já realizaram a avaliação e o caso será encaminhado ao Ministério Público.  O filho também foi acionado à comparecer no CREAS. O senhor já ganhou alimentos da secretaria” – explicou Joceli.


Compartilhe
  • 86
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    86
    Shares