UPA todos os dias superlotada: usuários reclamam das ESFs, Secretária diz que o atendimento está normal

Na noite de segunda-feira(20), a cena,  mais uma vez, se repete com a superlotação da UPA e pessoas que estavam há horas aguardando atendimento.

Porém,  a maioria relatou ao PAT que não conseguiram atendimento médico nas ESF.

Uma das pacientes disse que ela estava aguardando,  assim como a filha gestante de 22 semanas, devido a sintomas gripais, entretanto,  não conseguiram consulta na ESF.

A complexa e demorada operação para resgatar os animais de carreta tombada

Uma outra mulher, moradora do bairro Saint Pastous, alegou que a mãe passou mal por volta das 16h e, mesmo que fosse mais cedo, a saga para conseguir uma ficha tem que iniciar por volta das 3h, da madrugada.

Já uma outra mulher, de 32 anos, citou que foi na ESF da Rondon e não havia médico,  a informação foi para retornar no terceiro turno, mas sem garantia de atendimento.

Segundo Roberto Segabinazzi,  provedor da Santa Casa,  como todos sabem a capacidade de atendimento da UPA é de 150 pessoas por  dia, contudo, estão realizando uma média de 250 e, alguns dias superior a 300.

“58% dos atendimentos poderia ser feito nos postinhos de saúde, mas a própria população descreve que não  consegue e vai para a UPA”- cita.

De 1° a 19 de junho, a Unidade de Pronto Atendimento, atendeu 487 pacientes com a classificação azul, ou seja, “nada urgente” , o que corresponde a 10% das consultas, até então.

O polêmico abate de árvores no pátio do IEEOA

Sendo 2.322 pessoas que identificam 48% dos atendimentos como “pouco urgente” e  695 pacientes foram atendidas na classificação de “urgência”, portanto, 14% dos atendimentos no período.

De casos considerados “emergência”  foram 153 pessoas que perfazem 3% de todas as consultas, além  de 1.180 pessoas que fizeram a “reconsulta”, contabilizando 25%, dos atendimentos que tiveram uma média de 255 pacientes por dia.

” Estes são alguns dos dados para explicar a demora no atendimento da UPA” destaca.

Portanto de urgência a UPA atendeu apenas 14% e emergência 3%, que são os casos que deveriam ser atendidos na Unidade de Pronto Atendimento pela sua classificação.

Em contato com a Secretária de Saúde, Haracelli Fontoura, ela destacou que não há superlotação, porém, a demora nos atendimentos.

Isso também pela classificação que é feita e todos os atendimentos que não correspondem apenas as consultas.

A gestora da pasta, completou informando que a ESF Rondon, CSU e Piola estão com terceiro turno.

Em uma ocasião, durante todo trabalho realizado pela equipe no terceiro turno, durante mais de uma hora o atendimento foi a um paciente.

Com essa informação, a secretária também reitera a constatação de que muitas pessoas optam pela UPA, embora fiquem horas aguardando devido ao atendimento ser muito mais completo, em alguns casos, com exames.

O que fica evidente também é que humanamente é impossível os profissionais atuarem em todas as frentes com uma carga de atendimento muito superior ao que foi projetada. Com isso, há uma demora maior.

Já o Município busca contratação de mais médicos para dar mais qualidade e atendimento aos usuários das ESFs.

Todos os postos não param e muitos profissionais, também, adoecem, precisam tirar férias e realizam outras atividades nas Estratégias de Saúde da Família.

Durante a pandemia se viu que indispensávelmente os profissionais da área da saúde são os que exaustivamente estiveram à frente de todo tsunami. São heróis, porém, também são seres humanos.

Isso em razão de todos os ataques que recebem em razão das duas situações, tanto na UPA quanto nas ESFs, por outro lado, há o desespero e a necessidade de atendimento dos usuários que buscam às unidades de saúde.

A maioria não classifica sua dor, se é maior ou menor, apenas busca solução para dor, mal estar ou seja qual for o desconforto que está sentindo.

São três versões, com suas razões e motivos que precisam ser avaliados e reavaliados para uma solução comum e universal dentro da realidade de cada um.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários