Vandalismo com bens públicos é recorrente

Não é difícil ver locais públicos depredados, porque as pessoas não sabem de onde vem o dinheiro para manter tudo o que uma cidade oferece aos seu moradores.

Container

Dinheiro público, na verdade, é de quem paga impostos para manter serviços e bens comuns a todos em um município.

Mas a falta de respeito, muitas vezes, é muito mais evidente com o vandalismo. No início da manhã do dia 18, um container da coleta seletiva, da Avenida Assis Brasil, foi destruído após um incêndio criminoso.

O registro foi feito por um funcionário da Secretaria do Meio Ambiente. Os containers estão em várias ruas da cidade e servem para coleta seletiva, em que a pessoa pode colocar o lixo seco e o orgânico.

Não existe o impossível: veja a saga desta alegretense para tornar-se advogada

Desde que foi implementada a coleta seletiva em setembro de 2019, o prejuízo ao Município tem sido considerável diante da destruição provocada de forma intencional por muitos vândalos. Cada container tem um custo em torno de R$ 1.280,00.

Reiteradamente a Prefeitura realiza vários pedidos para que essas ações não ocorram. O patrimônio público destruído afeta a todos.

Este tipo de dano é considerado crime pelo Código Penal e tem previsão de pena de até seis meses de prisão e multa.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários