Cadastro Ambiental Rural

O Curso  apresentou o CAR. Profissionais da área alertam que ainda existem pontos polêmicos

A Associação dos Engenheiros Agrônomos de Alegrete, em parceria com a Sociedade de Engenharia e Agronomia  do Rio Grande do Sul realizou, no final de semana, em Alegrete um curso sobre implantação Cadastro Ambiental Rural –CAR.
cadastrorural (2)
O curso no auditório da CAAL reuniu a maioria de agrônomos, alguns engenheiros florestais e estudantes ligadas a área.
Ivo Lessa Silveira Filho engenheiro agrônomo, consultor da Farsul, Conselheiro do IRGA foi o palestrante do curso As discussões sobre o Código mais polêmico se arrastam desde 2009. A previsão para implantar o Cadastro Ambiental Ambiental Rural é até 2015
cadastrorural (4)
Um dos pontos mais polêmicos do curso foi sobre as áreas de preservação permanente, as de uso restrito e a área de reserva legal. Esta prevista no CAR é de 20%, mas o problema que é nesta área a pelas regras não de poderia criar gado, com alegação que seria atividade de alto impacto.
O Agrônomo Ivo Melo participou do curso e questionou, com ênfase, esta posição dizendo que “existem pontos polêmicos e que não foram aclarados aos profissionais, imagina aos produtores”
cadastrorural (17)
cadastrorural (11)
Fotos: Vera Pedroso

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *