Cinco meses de pandemia e cresce a procura por alimentos nos CRAS

Compartilhe
  • 271
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    271
    Shares

A pandemia já se arrasta para cinco meses e com ela aumentam as necessidades de quem e autônomo e vivia de atividades informais.  Sem trabalho, até mesmo os que nunca se socorram de ajuda, neste tempo buscaram ajuda nos CRAS. É uma situação atípica que não se sabe até quando vai perdurar.

Mesmo com auxílio emergencial muitas famílias sentem as dificuldades, principalmente de falta de alimentos.

A Secretaria de Promoção e Assistência Social, através dos CRAS é a responsável pela entrega das cestas alimentares as pessoas cadastradas que realmente precisam.

Como o tempo de pandemia se arrasta é necessário que se mantenha, sempre, o estoque de alimentos. A Secretária Iara Caferatti diz que os CRAS tem alimentos para serem adquiridos pelo Poder Público, muitas doações de campanhas e adquiridos pela Defesa Civil.

Nunca é demais as doações, porque aumentam os que precisam e, agora, com o frio a necessidade de se manter o corpo aquecido faz com que precisamos estar sempre alimentados, ponderou.

Em Alegrete temos quatro CRAS, o Leste, extremo leste, Norte e Sul.

As empresas, ONGs e quem quiser doar alimentos não perecíveis podem fazer direto na Secretaria, que funciona no prédio da Prefeitura da Praça Getúlio Vargas entrada pela Rua Demétrio Ribeiro.

Vera Soares Pedroso

 

 

 

 


Compartilhe
  • 271
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    271
    Shares