Leandro Macedo: o alegretense que buscou a corrida para emagrecer e virou atleta

Compartilhe
  • 520
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    520
    Shares

A história do alegretense Leandro Macedo, é daquelas talvez corriqueira: praticar uma atividade física em busca de saúde. No caso dele, foi para emagrecer. Militar do Exército, desempenha suas atividades como Cabo no 12º BE Cmb Bld. O militar é o entrevistado dessa semana e conta um pouco de sua história aos leitores do Portal Alegrete Tudo.

Portal: Qual a tua rotina como militar do Exército ?

Trabalho na Administração, mas como o atual Comando do Batalhão prioriza muito o preparo físico da tropa, e incentiva a prática esportiva, uso esse período do TFM  (Treinamento Físico Militar) para treinar e também muitas vezes em horário fora do expediente. Esse  ano havia iniciado os treinamentos específicos, pois  estaria representando o batalhão nos Jogos Desportivos da 6ª Brigada de Infantaria Blindada, porém os jogos foram cancelados devido pandemia atual.

Portal: Como começou essa história toda ?
Minha trajetória na corrida é muito breve, comecei a correr para emagrecimento, pois sempre tive problemas com o peso, e a corrida foi a atividade física que coloquei em prática para conseguir perder peso.

Portal: Você era obeso ou foi só uns quilos a mais do seu peso normal ?

Na verdade eu estava com mais de 100kg. Esse processo iniciou em 2017 e 2018, então consegui alcançar o objetivo perdendo mais de 30kg, e a corrida virou hábito, até pelo fato de que o Exército proporciona e incentiva a atividade física.

Portal: E como foi essa transformação. Acabou virando um atleta ?
Me sentia bem correndo e desenvolvia bem a corrida, mas não participava de competições, minha esposa sempre falava que devia competir, mas não me achava capaz, até que um colega ultramaratonista, que corríamos  juntos no quartel participou de uma corrida do Circuito Sesc, e me incentivou a participar da próxima etapa.

Portal: E como foi essa estréia ?
Então criei coragem e participei da 5ª etapa do Circuito Sesc de corridas aqui de Alegrete, e fui vice-campeão da prova de 3km.

Portal: Depois desta etapa do Sesc, tu virou um atleta de alta performance. Como foi a sequência ?

Depois resolvi me dedicar aos treinamentos e buscar performance. Em 2019, em quatro meses foram oito competições e 8 pódios, provas em Santa Maria, Uruguaiana, São Gabriel, e fechando o ano com um 5° lugar classificação geral 3km na Final estadual Circuito Sesc em Torres.

Portal: A Pandemia literalmente barrou tua busca por resultados em 2020 ?
Sim. Nesse ano estava me preparando para buscar maiores conquistas, mas devido à pandemia que enfrentamos acabaram sendo pausados os planos, mas não encerrados.

Portal: E como está a vida do atleta em pleno distanciamento social ?
Sigo treinando. Aliás, no último domingo (07), tive uma experiência. Fui até Manoel Viana correndo. Foi um desafio imposto no 12º BE, o qual desafiava os militares da unidade a se superarem e fazer a maior distância em uma corrida no período de 4 semanas.
Topei o desafio, pois gosto de desafios e desafiar a mim mesmo, e decidi fazer esse percurso. Sabia que seria um percurso duro pela altimetria elevada, mas fui sozinho. Saí às 6h da manhã, estava muito escuro com neblina no início, mas nada me faria desistir. Completei o percurso 3 horas e 12 minutos, total de 42km exatos.

Portal: Desafio vencido com êxito. O maior até aqui. De velocista virou maratonista ?
Não fui preocupado com tempo de conclusão, meu objetivo era concluir, mas acabou ficando mais difícil devido o percurso desafiador com muita subida, mas foi gratificante demais no momento que avistei a ponte de Manoel Viana, aonde um amigo esperava para me levar de volta para Alegrete.  Venci o desafio.

Portal: Qual a mensagem do atleta Leandro para os demais esportista ?

A mensagem que deixo nesse momento que estamos passando é que devemos enfrentar os desafios com coragem, fé e perseverança, e que com força de vontade, foco e disciplina podemos conquistar nossos objetivos, pois o nosso maior adversário somos nós mesmos.

Júlio Cesar Santos                      Fotos: acervo pessoal


Compartilhe
  • 520
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    520
    Shares