Professor e árbitro federado explica, em Alegrete, as novas regras de futsal válidas já para 2020

Compartilhe
  • 76
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    76
    Shares

A Fifa anunciou, recentemente 15 mudanças nas regras do futsal. Em comunicado enviado às federações nacionais, a entidade informou que as alterações passaram a valer desde 1° de junho.

Dentre as mudanças mais significativas está a do item 4, que permite que sejam validados gols em chutes direto em saída de bola, assim como acontece no futebol de areia. Outra alteração marcante é quanto às disputas de pênaltis em partidas de mata-mata. Saem as decisões com três cobranças para cada lado e voltam as cinco penalidades para cada equipe, como era até o Mundial de 2008.

Dentre os 15 itens, o mais polêmico é o 14, que diz que “se o goleiro lançar a bola direto para a quadra do adversário será marcado um tiro livre indireto e será cobrado do local onde a bola passou a linha”. Por ser uma alteração brusca, essa regra será testada inicialmente apenas em categorias de base, podendo entrar em competições adultas apenas se as federações concordarem com a sua utilização.

Há dois anos a Fifa tentou promover mudanças de regras no futsal, mas muitas das alterações propostas não passaram por pressão das confederações. Em fevereiro de 2018, a entidade máxima enviou um comunicado informando que adotaria lateral cobrado com as mãos a partir de junho daquele ano.

Nos dias 8 e 9, o professor de educação física e árbitro federado, Elci Pavani participou de uma live na rádio Web Integração, onde abortou as mudanças em dois dias.

“Foi um trabalho proveitoso. Bastante interação e conseguimos passar as principais mudanças, já tirando dúvidas”, comentou o profissional. Conforme informações aproximadamente 1.200 ouvintes participaram da programação entre os dois dias.

De acordo com Elci Pavani, a regra já deve ser implementada pela Federação tão logo os jogos forem retomados. “Vai gerar uma certa confusão, pois técnicos e atletas ainda não estão cientes das mudanças drásticas”, asseverou o professor.

Confira passo a passo as principais mudanças:

1 – Disputa de pênaltis com cinco cobranças

As decisões por pênaltis no Futsal agora terão 5 cobranças por equipe, assim como é no Futebol de campo.

2 – O sinal do cronometrista que decretará o fim do jogo

Antes o cronometrista sinalizava o fim do tempo de jogo e o árbitro principal tinha que apitar para encerrar o jogo, com a mudança na regra, a sinalização do cronometrista passa a encerar o jogo imediatamente.

3 – O tiro livre direto da 6ª falta será marcado, mesmo com o cronômetro perto do final

Com a nova regra os tiros livres diretos sem barreira, após a 6º falta da equipe, poderão ser marcado com o cronômetro perto do fim do jogo.

4 – Gol de Tiro de Saída

Um gol a favor poderá ser marcado direto do tiro de saída do meio da quadra, porém, não valerá gol contra.

Além disso, o tiro de saída agora poderá ser feito de qualquer maneira e o cobrador não precisa ficar em sua meia quadra no momento da cobrança.

5 – Disputa por Pênaltis e superioridade numérica

Na disputa por pênaltis, o time com mais atletas pode reduzir o número de jogadores para ficar com a mesma quantidade do seu adversário.

6 – Intenção de Mão na Bola

Tentar tocar a bola com as mãos ou braços intencionalmente, mesmo que não toque na bola, também será considerado falta.

7 – Cartão Vermelho e Oportunidade clara de Gol

Cartão vermelho quando o jogador “negar uma oportunidade clara de marcar gols” ao adversário de forma proposital em qualquer parte da quadra de jogo.

8 – Falta fora da Quadra

Será marcado um Tiro livre indireto quando acontecer uma falta entre jogadores fora dos limites da quadra de jogo.

9 – Chance clara evitada sem intenção

Uma chance clara de gol evitada com uma falta não intencional, pode ser punida com cartão amarelo, se dentro da própria área do infrator.

10 – Posição do Goleiro na cobrança de Pênalti

O goleiro passa a poder ficar apenas com uma parte de um dos pés sobre a linha de gol no momento da cobrança de um pênalti.

11 – Obstrução ao cobrador de Pênalti

Em uma cobrança de pênalti, o jogador que obstruir o cobrador receberá cartão amarelo, mesmo se esteja respeitando a distância mínima de 5 metros.

12 – Regra de 4 segundos

A contagem dos 4 segundos para repor a bola em jogo começará quando o cobrador estiver pronto para cobrança ou quando o árbitro sinalizar que está tudo pronto.

13 – Reposição de bola do Goleiro I

Agora na reposição de bola do goleiro os seus companheiros poderão receber a bola dentro da própria área.

14 – Reposição de bola do Goleiro II

Na reposição de bola fica proibido ao goleiro lançar a bola direto para a meia quadra de ataque de sua equipe, nessa caso será marcado tiro livre indireto para equipe adversário no local em que a bola cruzou a linha divisória da quadra.

Nesse item há uma flexibilização, onde as federações nacionais podem decidir por aderir ou não a essa regra.No RS, apenas as categorias menores adotarão inicialmente esse item.

15 – Aquecimento no banco de reservas

Durante o jogo, será permitido que no máximo 5 jogadores se aquecerem no banco de reservas ao mesmo tempo.


Compartilhe
  • 76
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    76
    Shares