CAPS I comemora 20 anos com mais de 11 mil atendimentos em Alegrete

Um serviço que realiza um trabalho de extrema importância em Alegrete é o do CAPS I que completou 20 anos no último dia 1 de junho. Por meio do atendimento de uma equipe multidisciplinar, o local acolhe crianças e adolescentes até 18 que sofrem de algum problemas de saúde mental e precisam de ajuda e tratamento. Geralmente os pacientes são encaminhados pelas escolas em que os professores notam algum comportamento diferente e que esses estudantes precisam de ajuda.

Muito rock’n’roll em troca de roupa e agasalho; o espetáculo contará com três bandas locais

CAPS I de Alegrete

O Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (Caps i) foi fundado em 1º de junho de 2004 e, no início deste mês, comemorou seus 20 anos de atuação na cidade. É um serviço de referência nesses atendimentos, que são encaminhados por toda a rede do município ou buscados de forma espontânea. Nesses 20 anos, mais de 11 mil pessoas foram atendidas, conforme a diretora, psicóloga Juliana do Prado Rodrigues.

“Contando as horas para voltar ao lugar, de onde, se fosse minha escolha, jamais teria saído”, diz alegretense desgarrado

CAPS I de Alegrete

Atualmente, o Caps i conta com uma equipe multiprofissional composta por psicólogas, terapeuta ocupacional, assistente social, psicopedagogo, psiquiatras, enfermeira, técnica de enfermagem, fonoaudióloga, atendentes e higienização.
A procura por atendimento no Caps i tem aumentado muito, principalmente, devido aos elevados índices de ansiedade, depressão, autoagressão, autismo e transtornos de aprendizagem.
O Caps i funciona das 08h às 17 h de segunda a sexta-feira, sem fechar ao meio-dia e está localizado na Rua Ciro Leães, n° 38. Bairro Ibirapuitã.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários