Gratidão retribuída com carinho e torta de bombons

E, mais uma vez, o bem se sobrepõe. Um gesto que para muitos pode ser trivial, para o nonagenário, Mauricio Goldemberg, é algo cada vez mais raro. ‘Fiz questão de tornar público pelo carinho e afeto, hoje pouco comum” – descreve em publicação que realizou em seu perfil no Facebook.

A narrativa inicial refere-se a um pequeno incidente ocorrido com o alegretense na semana passada. Aos 90 anos, o jornalista e empresário, Maurício Goldemberg, que realiza sua caminhada matinal entre muitos outros afazeres, teve uma indisposição, ao retornar do banco, e foi socorrido por funcionários de uma loja. Para demonstrar sua gratidão, na manhã desta segunda-feira, já completamente recuperado, o alegretense surpreendeu a gerente e as funcionárias das lojas Grazziotin com um regalo, uma torta.

Para ele, esse gesto foi pequeno diante da grandeza de tudo que recebeu naquele dia que passou por uma forte indisposição, o carinho a atenção são impagáveis. A gerente Perla Medeiros, emocionada, ressaltou que todos ficaram comovidos com a atitude dele pois não esperavam. No dia, além de Perla, Viviane Tamares, Sheila Moraes e Diná Otaran ficaram envolvidas diretamente no socorro ao nonagenário. Porém, a gerente evidencia que todos da loja ficaram apreensivos e preocupados. Tanto que no dia seguinte ela ligou para saber notícias e ficou aliviada ao falar com seu Maurício.

Acompanhe abaixo a narrativa de Maurício Goldemberg.

Numa manhã, na semana passada, ao sair do expediente bancário e retornar ao seu apartamento, seu Maurício sentiu um desconforto corporal, com as pernas quase travando, os órgãos vitais dando sinais diferenciados. Caminhar, algo que faz sempre com naturalidade, ficou com uma acentuada dificuldade. Ele lembra que ao passar pela loja Grazziotin  Andradas com General Vitorino, resolveu entrar para tentar mascarar o desconforto e sua presença olhando alguns artigos masculinos e seus preços.

Contudo, a indisposição se acentuou e ele adentrou mais ao fundo da loja, pedindo à servente que ali estava que indicasse o sanitário, onde entrou, lavou o rosto e os sinais se acentuavam, indicando que algo estava errado. Foi então, que o benevolente nonagenário comunicou a atendente “que não estava bem” e pediu um copo d’água. Entre os períodos de calor e frio, solicitou que o SAMU fosse acionado.

“Já com a presença da gerente do estabelecimento e da jovem da caixa, tomaram todas as providências, inclusive telefonaram à minha residência, coincidência que ali vinha chegando um dos meus filhos, que imediatamente se deslocou, estacionando na referida esquina, e tomamos uma reta alcançando a UPA. Lá recebi os cuidados necessários, coordenados pelos médicos amigos DRs. Marco Polo e Jacques, não sendo detectado alterações significativas, comuns na idade avançada, tanto é que não foi preciso acionar o profissional que zela pelas minhas coronárias que já suportam três stents (Dr.Cardoso).” – comentou.

O alegretense ficou na UPA por três horas onde fez soro, eletro e outros procedimentos. Ele destacou que a Unidade Pronto Atendimento é padrão, uma referência. Depois de liberado a recomendação de repouso no fim de semana.  “A UPA, meus amigos e amigas é das conquistas mais significativas de nosso município. Atendimento nota 100, instalações conservadas e cuidadas, zelo por todos os cantos, enfermagem e funcionalismo que honram suas profissões. Na segunda, pela manhã, com minha escudeira, estive na loja GRAZZIOTN, para além de agradecer o gentil telefonema em busca de notícias minhas, dizer da minha gratidão pelo acolhimento ali recebido.

E para “adoçar “o encontro, junto ao meu afeto, deixei para saborearem uma “torta de bombons”. O registro fotográfico reúne a gerente, a jovem responsável pela caixa e a servente do estabelecimento GRAZZIOTIN, a quem sou muito grato!” – concluiu

Mauricio Goldemberg faz parte da história de Alegrete pelas inúmeras iniciativas que protagonizou nas áreas do agronegócio, a fundação do frigorífico alegretense, uma imensa contribuição no meio jornalistico à frente do Jornal Gazeta de Alegrete e incontáveis gestos de abnegação junto a entidades assistenciais.

 

Flaviane Antolini Favero

Compartilhe
  • 424
  •  
  •  
  •  
  •  
    424
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *