fbpx
Menino de 9 anos, filho do condutor do Chevette, é transferido para Santa Rosa
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Menino, de 9 anos, que teve Traumatismo Craniano Encefálico foi transferido para Santa Rosa no final da manhã desta segunda-feira(18). O menino estava na UPA de Alegrete. Ele é filho do condutor do Chevette que permanece hospitalizado. O homem, de 36 anos, teve fratura exposta na perna esquerda, conforme informações da Brigada Militar. Ele passou por cirurgia nesta madrugada e o quadro é estável.

Já o outro menino, de 11 anos, que também estava com a transferência prevista para Uruguaiana, ainda permanece na Santa Casa e vai passar por outras avaliações.

As outras crianças que estavam no carro, segundo relato inicial, na noite de ontem, seriam liberadas nesta segunda, assim como os ocupantes do Celta.

O acidente

Na noite de ontem (17), o gravíssimo acidente na Avenida Assis Brasil, que envolveu nove pessoas, destas, oito feridas, sendo cinco crianças, deixou duas com ferimentos mais graves e inspiram cuidados. Dois meninos, um de 9 e outro de 11 anos tiveram trauma que resultou em TCE(Traumatismo Craniano Encefálico), segundo familiares relataram aos policiais.

Além deles, mais três meninos estavam no Chevette, assim como o condutor. O homem de 36 anos sofreu fratura exposta na perna esquerda e teve outras lesões. Ele ficou com o pé preso nas ferragens e foi retirado pelos Bombeiros. No início da madrugada o motorista realizou uma cirurgia.

As outras três crianças, de 6, 11 e 10 anos ficaram em observação, porém, não apresentavam lesões graves ou fraturas.

O relato é que todos estavam retornando para casa depois de um jogo de futebol ter sido cancelado. Eles residem no bairro Gamino.

O acidente foi na Avenida Assis Brasil. A condutora do Celta, de 31 anos, que invadiu a pista contrária e colidiu frontalmente com o Chevette, disse que perdeu os sentidos e não recorda o que aconteceu. Ela cortou a língua e iria ficar em observação devido ao mal súbito relatado. No Celta também estava um casal, ambos de 25 anos. A carona bateu a cabeça no para-brisa e ficou ferida, já o companheiro nada sofreu.

Um número considerável de profissionais atenderam a ocorrência entre Bombeiros, Brigada Militar, Samu, ambulâncias e Guarda Municipal.

É de se ressaltar a agilidade e rapidez dos Bombeiros. Em pouco tempo eles retiraram as vítimas do veículo. O Chevette teve perda total e o Celta danos de grande monta. Os dois veículos foram recolhidos ao depósito do Detran.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •