Alegretense, Adriano Pato, está entre os maiores locutores de Rodeio do Brasil

O alegretense Adriano Bueno, o Pato, está entre os cinco maiores locutores de rodeio de laço comprido do Brasil.

Tudo começou como uma brincadeira na Escola Agrotécnica, quando cursava Zootecnia, onde começou a narrar os tiros de laço em vaca parada.

Mas, entrou nesta lida aqui no CTG Oswaldo Aranha, a convite do Dinei Aurélio para narrar um rodeio no CTG do Duransal.

E depois nunca mais parou. Daqui foi para Santa Catarina a convite do amigo, também alegretense, Diego Lima, em 2007, onde narrou grandes rodeios naquele Estado e ficou até 2012.

Adriano Pato viaja por todo o Brasil soltando a voz, narrando a destreza dos laçadores. E junto com Eduardo Bartz, Gilberto Guazelli, Fabiano Lopes, Gaucho Amarelo integra a elite dos narradores do Brasil.

Atualmente, ele mora em Campo Novo de Parecis, no Mato Grosso, onde diz que teve a chance e oportunidade de ser este profissional. E de 10 a 13, na sua cidade atual, vai narrar umas das maiores provas da categoria no Brasil, a 8ª Prova de Laço Comprido- Desafio no Limite. A premiação será de 920 mil ao primeiro lugar em ouro e mais dois carros- fechando em um mais de um milhão de reais.

Com mais de 12 anos de narração, Adriano aos 33 anos, diz que os cuidados com a voz são fundamentais, assim como conhecer um pouquinho de cada laçador para fazer as falas mais empolgadas que os motive na pista.

Nesta lida em que a voz é o que faz diferença, tenho orgulho do reconhecimento, valorização e por narrar e conhecer o Brasil de Sul a Norte. E sempre diz que falam: olha ai o Adriano Pato- narrador do Alegrete na Fronteira do RS. Ele tem uma gratidão especial à família e aos patrões de CTGs que sempre o apoiaram.

Vera Soares Pedroso

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *